Edmundo conta os motivos da sua não candidatura à presidência vascaína

12/05/2020 às 09h05 - FUTEBOL

Edmundo, ex-jogador e ídolo do Vasco, disse em entrevista ontem ao Atenção Vascaínos, canal de vídeos no YouTube, que sonha em um dia ser presidente do clube de São Januário, mas que ainda não se vê preparado tecnicamente.

"Seria a coisa mais importante da minha vida ser presidente do Vasco, mas hoje eu ainda não me sinto capaz, e o Vasco não está pronto para receber alguém que não está capacitado", disse.

O ex-atacante também disse que colecionou diversas intrigas dentro do Vasco por ter-se envolvido com a política do clube nos últimos anos, e que isso é mais um fator que o afasta da presidência.

"Se para ser presidente do Vasco eu preciso ter tantos inimigos, então eu não quero", pontuou.

Para Edmundo, o Vasco precisa de gente que não tenha interesses pessoas no clube para, só assim, "voltar aos momentos de glória".

"O Vasco é uma instituição gigantesca, um gigante adormecido, e eu entendo que ele precisa de gente do bem, capaz e com conhecimento à frente do clube", disse.

Fonte: UOL Esporte