Edmundo resolve se calar sobre laudo do IML

06/01/2006 às 14h29 - FUTEBOL

Edmundo não deverá comentar o episódio de sua prisão, ocorrida dia 19 de dezembro do ano passado, até a estréia do Palmeiras no Paulistão-2006, na próxima quinta-feira, contra o Ituano. O jogador foi detido por desacato à autoridade e embriaguez.

A decisão, tomada por jogador, comissão técnica e assessoria de imprensa, foi anunciada nesta sexta-feira, após o treino do elenco em Jarinu (interior paulista). Os palmeirenses acham que a discussão do assunto tirará o foco da pré-temporada do grupo.

A medida foi adotada um dia depois de o IML (Instituto Médico Legal) divulgar que Edmundo, quando detido, apresentou quantidade de alcóol ingerida acima do perimtido pela lei - o que poderia acarretar na perda de sua carteira de mororista.

O técnico Emerson Leão não quis comentar o caso:

- Só falo sobre futebol - decretou.

Fonte: Lancenet!