Em transição, Breno e Ramon avançam lentamente e sem previsão de retorno

15/02/2020 às 08h03 - FUTEBOL

Breno e Ramon seguem a rotina de treinamento no Vasco, com atividades fisioterápicas e de preparação física. De acordo com o departamento médico do clube, a carga de atividades a qual são submetidos aumenta cada vez mais. Mas a boa notícia para por aí: ainda não há previsão de os dois jogadores voltarem a trabalhar com o restante do elenco.

A dupla está na fase de transição, ainda não completamente recuperados de problemas nos joelhos que duram mais do que poderiam imaginar no pior dos cenários. Breno não joga desde agosto de 2018. Ramon, desde novembro do mesmo ano.

Eventualmente, retornam ao consultório do ortopedista Rene Abdalla, responsável pelas cirurgias que fizeram, em São Paulo. Tanto o entorno dos jogadores quanto os médicos do cruz-maltino descartam a hipótese de erro cirúrgico como justificativa para tanto tempo de inatividade. Trata-se, segundo eles, de lesões graves. Simples assim.

O problema é que o longo tempo fora de ação pesa. A torcida oscila entre a indiferença e a irritação com os dois jogadores, especialmente nas redes sociais. Internamente, a diretoria já foi questionada sobre o motivo de os jogadores seguirem encarecendo a folha salarial, constantemente atrasada, do departamento de futebol, uma vez que ambos caminham para o segundo ano no departamento médico.

Breno e Ramon até ensaiaram um retorno em 2019. O zagueiro chegou a ser relacionado por Vanderlei Luxemburgo para uma partida. Não atuou e depois voltou a sentir dores no joelho esquerdo. Já o lateral-esquerdo tinha a esperança de atuar no Brasileiro passado, mas descobriu depois que o departamento de futebol já não contava com ele, deixando-o fora da lista final de inscritos para o Brasileiro.

Ambos têm contrato com o Vasco até o fim da temporada.

Fonte: Jornal O Globo