Futebol

Erick Marcus ganha pontos com Barbieri e pode ter chance no time titular

Autor do gol do empate contra o Coritiba, Erick Marcus foi um dos responsáveis pela melhora do Vasco no segundo tempo e ganhou pontos com Maurício Barbieri após a atuação em Curitiba. Em um elenco que apresenta muitas brechas, os jovens seguem como aposta na temporada, e o atacante de 19 anos é lapidado para atender às necessidades do treinador.

- O Barbieri pediu para eu dar muita intensidade, para ir no um contra um, que é o meu ponto forte. Graças a Deus fui feliz e pude marcar o gol de empate. Não é isso que nós queremos, mas vamos trabalhar porque tem um jogo em casa - disse o menino na saída de campo, no Couto Pereira.

Rodízio de Barbieri

Erick Marcus entrou aos 29 minutos do segundo tempo e, sua primeira participação, cinco minutos depois, empurrou a bola para as redes após cruzamento de Galarza. O atacante estava muito bem posicionado para aproveitar erro de Natanael, lance que rendeu elogios de Barbieri.

- Um jogador que tem uma capacidade grande de um contra um. Entrou, anulou o Natanael e conseguiu criar bastante. É um menino muito jovem e está disputando a sua primeira competição profissional - destacou o treinador.

- Na última oportunidade sequer esteve no banco, mas fez um período de treino muito bom. É um processo de transição. Ele entrou muito bem e conseguiu ajudar. Fico muito feliz pela maneira que ele entrou e pelo gol que marcou - completou ele.

O jogador, no entanto, não tem sido primeira opção do comandante vascaíno, que faz rodízio de acordo com as características do adversário. Na última rodada, por exemplo, Erick Marcus sequer foi relacionado para o empate contra o Fluminense. Cinco dias antes, havia entrado no segundo tempo da derrota para o Bahia.

A expectativa é que o bom desempenho diante do Coritiba aumente o prestígio e as oportunidades com o treinador, que vai precisar de boas opções na sequência do campeonato. Marlon Gomes e Andrey, por exemplo, está servindo à seleção brasileira sub-20. Rwan Cruz e Carabajal, emprestados pelo Santos, não podem enfrentar o Peixe no próximo domingo.

Alternativa a Alex Teixeira

O bom jogo de Erick Marcus faz com que o atacante faça sombra a Alex Teixeira, que não vem de boas atuações. Depois de um início de temporada positivo, o camisa 7 oscilou nas primeiras rodadas do Brasileirão e teve desempenho apagado contra o Coritiba.

O jovem da base é uma das poucas alternativas do elenco para a ponta esquerda, posição que Alex Teixeira ocupa hoje. Além de Erick Marcus, Figueiredo também joga por ali, mas no momento o atacante também vira opção para o meio-campo, onde treinou na pré-temporada. Barbieri ainda pode deslocar Pec da direita, mas o cria não se sente tão confortável no lado oposto.

Peça a ser lapidada

Com 12 jogos, dois gols e uma assistência na temporada, Erick Marcus se solta cada vez mais no profissional, mas ainda não está pronto. O clube o considera um diamante a ser lapidado, entende que o cria ainda vive processo de transição e vai oscilar. A preocupação é não criar muita expectativa em cima do atacante.

- Temos muitos jogadores formados na casa, muitos deles nesse processo de transição e procuramos auxiliá-los, não só na questão coletiva, mas também na questão individual, em situações que eles podem explorar mais o potencial deles. Acho que eles têm muito talento e muito potencial, mas em função da juventude, que é natural, eles ainda vão oscilar - pontuou Barbieri.

- Talvez o Erick, em alguma outra oportunidade não tenha entrado tão bem quanto hoje, mas nunca houve desconfiança com relação à capacidade dele. E ele entrou e foi muito bem. Isso acontece com ele, com o Figueiredo, Andrey, Rodrigo, que não conseguiram fazer a partida que a gente sabe que eles podem. É uma oscilação que teremos que lidar no campeonato, então é preciso ter bastante equilíbrio para termos o resultado que a gente espera - concluiu o treinador.

Valorização da SAF

Erick iniciou o processo de transição no fim do ano passado, foi relacionado para alguns jogos na reta final da Série B, mas não chegou a entrar em campo. Ganhou espaço de fato com a chegada de Maurício Barbieri ao Vasco. A ideia do comandante é inseri-lo aos poucos.

O potencial do jovem foi de cara detectado pela SAF, que tratou logo de assegurar a permanência de Erick Marcus por mais tempo. Ele chegou ao Vasco em 2016, com 12 anos. Em setembro de 2020, assinou o primeiro contrato profissional e, no ano passado, renovou o vínculo até dezembro de 2024. Em janeiro deste ano, o contrato foi novamente estendido, desta vez até o fim de 2027.

Fonte: ge
  • Domingo, 21/07/2024 às 16h00
    Vasco Vasco 0
    Atlético Mineiro Atlético Mineiro 2
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena MRV
  • A definir
    Vasco Vasco
    Grêmio Grêmio
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Cuiabá Cuiabá
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir