Eurico admite que Romário pode deixar Vasco

20/03/2006 às 12h29 - FUTEBOL

Os dias de Romário podem estar contados no Vasco. O Baixinho não apareceu no clube após a derrota de quarta-feira para a Cabofriense e telefonou para o técnico Renato Gaúcho neste domingo pedindo para enfrentar o Flamengo. Mas o técnico, desta vez, não aceitou, barrou o camisa 11 para o clássico e a crise foi instalada em São Januário.

Segundo o presidente do clube, Eurico Miranda, uma reunião com Romário está agendada para segunda-feira, onde ambos discutirão o futuro do Baixinho no clube. A saída dele não foi descartada.

\"Nos planos que foram traçados, havia uma seqüência de treinamentos. O Renato queria treinar a equipe com uma esquema de jogo para enfrentar o Flamengo e o Romário não treinou nem na quinta, nem na sexta e nem no sábado. E se não treinou, dentro dos planos que estavam traçados, ele não jogaria essa partida. Não estive com ele. O Romário apenas tomou conhecimento de que não estaria escalado para esse jogo e tem que entender as razões do clube\", revelou Eurico para depois falar sobre a possibilidade de Romário deixar o clube.

\"O assunto Romário fica para segunda-feira, caso ele apareça no clube para se reunir comigo. Se não aparecer na segunda, nos encontraremos na terça e assim por diante. O Romário saindo do Vasco ou ficando, nada estremecerá a nossa relação\", afirmou o presidente.

Eurico aproveitou para mostrar insatisfação com as declarações do Baixinho após a derrota para a Cabofriense alegando que o time era fraco. \"Isso pode ser a opinião dele, mas não é a minha. Eu sou o presidente do Vasco e sei que o nosso time não é fraco. Seja qual for o desfecho da reunião que terei com ele, não haverá problema para qualquer uma das partes\", considerou Eurico.

Sobre a eliminação, Eurico preferiu não comentar e aproveitou para destacar a vitória sobre o Flamengo. \"Todos sabem o que representa para mim o jogo contra o Flamengo. É um campeonato à parte. Não importa se esteja valendo classificação, decisão de campeonato, é sempre um campeonato à parte. O Vasco massacrou e trucidou o Flamengo. Poderíamos até ter ganho de seis. Eles deram vexame\", finalizou o presidente vascaíno.

Informações não oficiais neste domingo no Maracanã deram conta de que o presidente da Unimed, empresa que patrocina o Fluminense, poderá fazer uma proposta para Romário voltar ao Flu e encerrar a carreira nas Laranjeiras.

Fonte: O Dia