Eurico ironiza Márcio Braga por causa de reunião na FERJ

12/09/2006 às 06h08 - POLÍTICA

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, que esteve ontem à tarde, no campo de São Januário, aproveitou a presença da imprensa para comentar a reunião que está confirmada para hoje, às 12 horas, no auditório do América, a respeito da eleição presidencial da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

Eurico ironizou o presidente do Flamengo, Márcio Braga, afirmando que a reunião é ilegal e clandestina. \"Esse é mais um delírio dele em querer convocar uma reunião na escadaria do América. Agora, se quiser de fato fazer algo do tipo e dentro da lei, que o faça na Sede da Federação Carioca e não fora dela\", alfinetou o dirigente vascaíno.

O diretor jurídico do Botafogo, Vantuil Gonçalves, explicou os objetivos da reunião na Campos Sales. \"Fizemos a primeira convocação por meio de anúncios nos jornais, uma vez que era preciso ter no mínimo a quinta parte dos clubes afiliados à Ferj, conforme manda a Legislação em vigor. Todos clubes estão convidados a participar, afinal a idéia é diluir todas e quaisquer dúvidas\", esclareceu.

Atualmente, a Ferj conta com 153 clubes, sendo 12 da Primeira Divisão, 25 da Segunda, 27 da Terceira e 89 ligas de futebol espalhadas por todo Estado do Rio. Vantuil Gonçalves confirmou a presença na reunião do presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, e abordou os principais pontos que serão debatidos.

\"O primeiro objetivo é esclarecer algumas dúvidas do Estatuto da Ferj, como a alteração feita por Eduardo Viana em 14 de dezembro de 2005, na qual Hildo Nejar seria o seu substituto na entidade\", explicou Vantuil, acrescentando outro ponto importante. \"Agora, no Parágrafo 18, na Letra A, pode-se interpretar que, com a morte do Eduardo, o Rubinho deveria convocar uma nova eleição na Ferj\".

Fonte: Jornal dos Sports