Eurico Miranda não demonstra preocupação com saída de jogadores importantes

09/12/2006 às 00h37 - FUTEBOL

A valorização dos jogadores do Vasco após o Campeonato Brasileiro e o assédio de clubes do Brasil e do exterior não preocupam o presidente Eurico Miranda. Nesta sexta-feira, ele comentou a possível saída do cabeça-de-área Andrade, que está sendo pretendido pelo São Paulo para a disputa da temporada de 2007. Além do clube paulista, informações dão conta que o Grêmio também pode entrar na disputa pelo jogador.

- Existe um ditado antigo que diz: \"Vão-se os anéis e ficam os dedos\". Quem vai, vai e quem fica, fica. Independente de qualquer jogador, o Vasco vai seguir o seu rumo brigando por conquistas - comenta Eurico, que afirma não estar supreso com as especulações.

- Com o Vasco é sempre assim. Nós contratamos um jogador desconhecido e, depois de uma boa temporada aqui, passam a tratá-los como jogadores de primeira grandeza. Não é a primeira vez que isso nos acontece - diz o presidente.

Para ele, a sua maior meta é montar um time forte, mas não com grandes nomes ou estrelas. Na cabeça de Eurico, as palavras grupo e união são essenciais.

- Um time forte se faz com comprometimento. O Vasco já teve muitos grandes times assim. Não digo em relação aos craques, mas na base da união. Quero fazer um grupo unido para vencer o que ainda me falta: o Mundial de Clubes. Isso, eu quero e vou conseguir - promete.

Fonte: ge