Faria afirma que existe clubes interessados em Galhardo: "Assunto encerrado"

08/04/2019 às 16h19 - CLUBE

Alexandre Faria confirmou nesta segunda-feira que Thiago Galhardo está fora do Vasco e ainda mostrou confiança de que conseguirá emprestar o jogador para outro clube até dezembro, quando seu contrato com o clube da Colina se encerra. Questionado sobre os motivos que levaram o Cruz-maltino a se desfazer do meia, até pouco tempo titular, o diretor de futebol classificou a questão como assunto interno e disse preservar Galhardo.
 

- Entendo o interesse, mas preferimos não dizer. Ele sabe o motivo. Posso garantir que não tem relação com a reunião que tivemos sexta-feira e nem com a versão de que ele estaria vazando informações. Não tem nada disso. Esse assunto está encerrado e vários clubes já nos procuraram pelo jogador - afirmou.

Galhardo seguirá treinando no Vasco em horários diferentes do restante do elenco enquanto não tem o destino resolvido. Sua vida no clube deu uma guinada a partir de sexta-feira, quando uma reunião entre jogadores e comissão técnica a respeito de salários atrasados vazou para a imprensa. Faria reclamou da maneira como o encontro veio a público, "de forma negativa" segundo ele. Galhardo, além de apontado como o responsável pelo vazamento, estaria insatisfeito com a reserva, o que o dirigente deixou escapar como sendo um dos motivos para a decisão.

- Conversei com ele aqui já. Não tenho problema com ele, ao menos da minha parte. Ele sempre foi um profissional que nunca nos deu trabalho, sempre chegou no horário. Mas estava insatisfeito com a reserva e isso é um problema.

O dirigente ainda afirmou que mostrou para os jogadores do Vasco que clube tem comando e que não adiantaria de nada a decisão deles de não se concentrar para a semifinal contra o Bangu. Depois de ameaçarem recusar a concentração, os jogadores mudaram de ideia e seguiram a programação normal antes da vitória por 2 a 1 no último domingo.

- Não é que sejamos contra greve, qualquer reclamação dos jogadores, mas aqui no Vasco temos comando. O presidente conversou com o elenco e mostrou que ninguém poderia fazer mais do que estamos fazendo para que os salários sejam regularizados.

Fonte: Globo Online