Fernando Miguel cobra mais concentração do Vasco

02/04/2019 às 16h13 - CLUBE

Mais concentração na defesa e maior capricho no ataque. Esta é a receita de Fernando Miguel para que o Vasco não sofra mais tropeços no fim do jogo, como no empate com o Flamengo, na final da Taça Rio, no último domingo. Para o goleiro, é preciso que a equipe redobre os cuidados nos últimos minutos, e isso é algo comentado entre os jogadores.

- Nós nos cobramos muito. Incomoda muito. Comentamos que nos últimos dez minutos precisamos aumentar a concentração, estar mais atentos para que não soframos o que temos sofrido. Contra o Flamengo era um jogo controlado. Agora precisamos voltar à realidade, readquirir o equilíbrio, começar a trabalhar e concentrar bastante para esse jogo contra o Bangu - disse o goleiro.
 

Fernando também comentou sobre os erros nos ataques do Vasco. Nos últimos dois jogos, contra Bangu e Flamengo, o time teve chance de matar a partida, mas não aproveitou.

- É questão de ter mais percepção, mais controle, e talvez ser uma equipe um pouco mais letal. A gente tem tido as chances de contra-atacar, e talvez precisemos evoluir neste quesito - completou.

O Vasco se reapresentou nesta terça-feira. O time enfrenta o Bangu no próximo domingo, pela semifinal do Campeonato Carioca, com a vantagem do empate.


Confira outros tópicos da entrevista

Sobre o Bangu, adversário na semifinal do Carioca
- Jogar no Vasco é cobrança em todos os jogos. A nossa pressão em cima de nós mesmos também. Bangu merece toda a nossa concentração e nosso preparo, como temos feito contra todos os adversários.

Recuo do Vasco no fim dos jogos
- Contra o Flamengo não houve recuo, mas pressão deles. Mesmo assim era um jogo controlado. É questão de ter mais percepção e ser uma equipe mais letal. A gente tem tido as chances de contra-atacar e precisa evoluir nesse quesito.

Castán
- É o capitão da nossa equipe, qualquer atleta em momentos importantes que fique de fora é uma perda considerável. Mas a gente precisa valorizar aqueles que têm trabalhado diariamente, buscando seu espaço. É o momento de mostrarem seu valor.

Trabalho no Vasco
- A gente nunca vai entrar pensando em perder. Temos nossos valores, feito coisas boas neste ano. Precisamos valorizar isso.. A gente nunca deixou de falar que precisamos evoluir. Vamos com confiança no trabalho e convicção do que temos feito até aqui.

Ausência de Maxi López
- Todos os atletas têm estado bastante presentes com a gente, mesmo o que não são convocados. Eles ficam dentro do ônibus indo para o estádio, vão no vestiário. Nossa equipe é muito madura e comprometida com o Vasco.

VAR
- O VAR veio para contribuir, para corrigir alguns erros que aconteceram no passado. É momento de adaptação para os árbitros e atletas, mas é algo benéfico. Precisa de entendimento de nós atletas

Foto: Felipe SchmidtFernando Miguel
Fernando Miguel

Fonte: Globoesporte.com