Final do Carioca marcará início de cadastro de torcidas organizadas

06/04/2018 às 08h33 - TORCIDA

A confusão na final da Copa Sul-Americana, entre Flamengo e Independiente, no Maracanã,em 2017, acarretou uma punição da Conmebol ao clube rubro-negro, mas também foi o pontapé inicial para um novo padrão de segurança nos estádios do Rio de Janeiro. O segundo e derradeiro jogo da final do Campeonato Carioca, neste domingo, 16h, marca o início da implementação do uso de biometria para acesso de membros de torcidas organizadas às arenas.

Desta vez, não haverá esse controle, o equipamento ficará dentro do Maracanã à disposição dos torcedores que já desejarem conhecer e antecipar o cadastro. Ainda sem previsão de data para efetivação total do sistema, a ideia é criar um setor específico para organizadas em cada estádio e só permitir acesso ao espaço através da biometria. Representantes dos clubes, Ferj, Ministério Público, Juizado Especial do Torcedor e Polícia Militar participam das reuniões que apreciam a questão.

No Maracanã, neste domingo, já estarão formatados – mas ainda sem o controle de acesso – esses setores específicos, que ficarão no Nível 1 da arquibancada Norte (rampa E) e Sul (rampa B). No total, como explicou o comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), major Sílvio Luiz, serão dois mil lugares de cada lado reservados às organizadas (todas de cada clube participante). Não há, contudo, limitação nesse jogo, apenas a demarcação da área que poderá ser ocupada. O major deixou em aberto a possibilidade de ajustes nesse espaço após a implementação total do programa, conforme a necessidade.

- No domingo vai ser apenas em caráter educativo, experimental. Não terá acesso com biometria. Terá, sim, pessoas para quem quiser adiantar o cadastro. Mas será dentro do estádio, ou seja, não haverá acesso por cadastro biométrico. É para terem os primeiros contatos para que a gente possa estabelecer um prazo para que efetivamente isso passe a valer de forma integral – explicou o major.

O comandante do Gepe disse que já reuniu as lideranças de organizadas que participam da final do domingo para explicar o que será feito:

- O setor das organizadas vai estar montado, mas apenas para que tenham conhecimento do local. Mas o acesso será normal, vão ocupar o mesmo local que sempre ocuparam. Eu já reuni as torcidas de domingo e expliquei que estará montado para que tenham conhecimento de como vai ficar e como será o acesso. O diferente é que haverá a biometria e só poderão acessar os torcedores cadastrados. Todo material, tudo das organizadas só poderá ficar nesse setor com acesso biométrico, mas ainda não está valendo para domingo, por enquanto é só educativo.

Fonte: GloboEsporte.com

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario