Futsal: Fininho perto do Vasco em 2008

26/12/2007 às 11h03 - OUTROS ESPORTES

O namoro entre Vasco e Fininho está cada vez mais perto de se oficializar. No último domingo, durante a partida em homenagem a Manoel Tobias, no Maracanãzinho, o jogador conversou com o técnico cruzmaltino Neto Colucci sobre seu possível retorno ao clube. As duas partes saíram muito empolgadas com o encontro.

Segundo Neto, o jogador se mostrou muito interessado em jogar o ano de 2008 no clube de São Januário. O principal atrativo teria sido a confiança que o projeto de Vassouras despertou no ala.

\"Nossa conversa foi muito proveitosa. O Fininho gostou muito do trabalho que está sendo feito em Vassouras. Acho que as coisas ficaram bem encaminhadas entre nós. Assim que a parceria com a universidade seja confirmada, o que acredito que acontecerá ainda esta semana, ligarei para ele para apresentar a proposta\".

Neto admitiu ter ficado otimista quando o atleta lhe confessou que sonha disputar a Liga Futsal 2008 por um clube de torcida. Das equipes que irão competir na próxima edição, o Vasco é a única que se encontra nesta condição.

No que depender de Fininho não faltará boa vontade para voltar ao clube que defendeu em 1999.

\"Eles me mostraram o projeto do Vasco-Vassouras. Me pareceu muito interessante. Ainda não tive a oportunidade de conhecê-lo, mas se realmente for do jeito que o Luisinho e o Neto me informaram, seria sim do meu interesse ir para lá\".

As suspeitas de que o Vasco seja seu próximo destino aumentaram na semana passada quando o jogador pediu liberação do Joinville, clube que defendeu este ano.

O jogador já teve passagens pela Seleção Brasileira, onde foi bicampeão mundial (1992 e 1996). Em São Januário a expectativa é de que sua vinda desperte o interesse de outros jogadores de experiência.

\"A imagem que muitos atletas têm é de que o futsal carioca não respeita o jogador. Mas isso já faz parte do passado. Este voto de confiança do Fininho mostraria isso\", disse Neto, que também tem conversado com Leco, do Macaé, Jorginho, do Petrópolis e Michel e Panázio, do Flamengo.

Fonte: Jornal dos Sports