Futsal: Secretaria de Saúde do RJ emite nota sobre falecimento de Leco

04/05/2020 às 08h33 - OUTROS ESPORTES

O ex-jogador de futsal Alex Barbosa Pereira, o Leco, de 44 anos, que morreu ontem (2), tinha suspeita de Covid-19, mas a Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro não confirma a causa da morte.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde do Rio, Alex deu entrada no Hospital Estadual Anchieta, no Caju, Zona Norte, "em 14 de abril com suspeita de Covid-19. Durante a internação, o quadro clínico do paciente se agravou e ele foi transferido para a UTI no dia 18".

Ainda segundo o órgão, o resultado dos exames realizados "já foi disponibilizado à Vigilância municipal".

Como jogador, Leco teve passagens por Flamengo, Botafogo, Vasco e Macaé. Pelo Twitter, o Rubro-Negro publicou uma mensagem de pesar.

Vander Carioca, um dos grandes nomes do futsal brasileiro, também fez postagem em uma rede social lamentando a morte de Alex.

Veja nota da Secretaria Estadual de Saúde:

"A direção do Hospital Estadual Anchieta informa que Alex Barbosa Pereira deu entrada na unidade em 14 de abril com suspeita de Covid-19. Durante a internação, o quadro clínico do paciente se agravou e ele foi transferido para a UTI no dia 18. O paciente foi à óbito ontem (2) e o corpo está liberado para retirada.

A SES, seguindo recomendação do Conselho Federal de Medicina, não comenta casos específicos de pacientes e mortes confirmadas ou investigadas, preservando informações que devem ser compartilhadas apenas entre as autoridades sanitárias, pacientes e familiares. Sobre o caso de Alex Barbosa Pereira, a SES informa que o resultado já foi disponibilizado à Vigilância municipal"

Veja nota da Federação de Futsal do Rio:

"Com grande tristeza comunicamos o falecimento do salonista, Leco.

Atleta da década de 90, se destacou atuando por equipes como Flamengo, Botafogo, Vasco e Macaé Futsal, onde atuou por vários anos no futebol carioca e com grandes atuações pela Liga Nacional.

LECO estava internado e neste sábado (02/05), aos 44 anos, infelizmente nos deixou. Descanse em paz, que DEUS o receba de braços abertos.

A Federação e toda diretoria e corpo de funcionários expressa seus mais profundos sentimentos a família e amigos, neste momento de dor."

Fonte: UOL Esporte