Globo teve audiência média de 19 pontos no jogo entre Santos x Vasco

16/05/2019 às 08h19 - IMPRENSA

A 4ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019 registrou a pior audiência na tevê aberta no país, até o momento. Considerando as 15 regiões metropolitanas medidas pela Kantar Ibope Media, o índice na Globo foi de 19,0 pontos – pela primeira vez, nesta edição, abaixo de 20. No domingo anterior, o "futebol vespertino" havia sido a 6ª maior audiência da emissora. Desta vez, caiu para o 10º lugar, num comparativo com novelas, telejornais etc ("O Sétimo Guardião" ficou em 1º, com 28,6 pontos). 

Na telinha, o duelo entre Santos e Vasco ocupou a grade em 24 estados, tendo como "exceção" o confronto entre Inter e Cruzeiro, nos três restantes. Rio Grande do Sul e Minas Gerais, praxe. Porém, surpreendeu o terceiro estado: Pernambuco – possivelmente numa tentativa de movimentar a audiência local, em baixa devido à falta de representantes no Brasileirão. O Grande Recife ficou apenas na 11ª posição em audiência média, embora no ranking de audiência absoluta mantenha um quadro estável, com 700 mil telespectadores. 

A maior audiência no domingo foi registrada em Manaus, com a goleada do time de Jorge Sampaoli. Entretanto, o jogo não figurou sequer no top ten geral do Brasileiro de 2019, cujo sarrafo atual parte de 25,3 pontos. Voltando ao viés regional, Salvador quebrou o recorde negativo, com a menor audiência da competição, 11,1 pontos – a cidade já havia ficado na lanterna na 2ª rodada, com Porto Alegre em último na 1ª e na 3ª. 

Obs. O blog continuará com publicações semelhantes sempre que for possível mensurar os dados de audiência futebolística na televisão aberta nos 15 mercados, através do Ibope. 

Audiência média em pontos na 4ª rodada (12/05/2019) 

1º) 24,6 – Manaus (Santos 3 x 0 Vasco) 
2º) 22,2 – Vitória (Santos 3 x 0 Vasco) 
3º) 21,3 – Porto Alegre (Inter 3 x 1 Cruzeiro) 
4º) 20,8 – Belo Horizonte (Inter 3 x 1 Cruzeiro) 
5º) 20,4 – Belém (Santos 3 x 0 Vasco) 
6º) 20,1 – São Paulo (Santos 3 x 0 Vasco) 
7º) 19,3 – Curitiba (Santos 3 x 0 Vasco) 
8º) 18,7 – Rio de Janeiro (Santos 3 x 0 Vasco) 
9º) 18,2 – Fortaleza (Santos 3 x 0 Vasco) 
10º) 18,1 – Campinas (Santos 3 x 0 Vasco) 
11º) 17,3 – Recife (Inter 3 x 1 Cruzeiro) 
12º) 17,0 – Florianópolis (Santos 3 x 0 Vasco) 
13º) 16,8 – Brasília (Santos 3 x 0 Vasco) 
14º) 14,7 – Goiânia (Santos 3 x 0 Vasco) 
15º) 11,1 – Salvador (Santos 3 x 0 Vasco) 

Nº de telespectadores diferentes alcançados na 4ª rodada (12/05/2019) 

1º) 3,766 milhões – São Paulo (Santos 3 x 0 Vasco) 
2º) 2,231 milhões – Rio de Janeiro (Santos 3 x 0 Vasco) 
3º) 971 mil – Belo Horizonte (Inter 3 x 1 Cruzeiro) 
4º) 889 mil – Porto Alegre (Inter 3 x 1 Cruzeiro) 
5º) 708 mil – Curitiba (Santos 3 x 0 Vasco) 
6º) 701 mil – Recife (Inter 3 x 1 Cruzeiro) 
7º) 664 mil – Fortaleza (Santos 3 x 0 Vasco) 
8º) 474 mil – Salvador (Santos 3 x 0 Vasco) 
9º) 443 mil – Belém (Santos 3 x 0 Vasco) 
10º) 437 mil – Brasília (Santos 3 x 0 Vasco) 
11º) 399 mil – Campinas (Santos 3 x 0 Vasco) 
12º) 379 mil – Manaus (Santos 3 x 0 Vasco) 
13º) 348 mil – Vitória (Santos 3 x 0 Vasco) 
14º) 331 mil – Goiânia (Santos 3 x 0 Vasco) 
15º) 166 mil – Florianópolis (Santos 3 x 0 Vasco) 

Audiência média no país por rodada 

1ª) 21,9 pontos (domingo, 28/04) 
2ª) 21,0 pontos (quarta, 01/05) 
3ª) 23,2 pontos (domingo, 05/05) 
4ª) 19,0 pontos (domingo, 12/05) 

A seguir, os respectivos rankings considerando toda a competição nacional na tela da Globo. Até aqui foram 4 rodadas realizadas e 9 jogos diferentes transmitidos na tevê aberta. 

As 10 maiores audiências médias na edição de 2019 (em pontos) 

1º) 31,4 – Fortaleza (Fortaleza 2 x 1 Athletico-PR, 01/05; 2ª) 
1º) 31,4 – Manaus (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª) 
3º) 29,7 – Vitória (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª) 
4º) 27,4 – Manaus (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª) 
5º) 27,3 – Brasília (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª) 
6º) 27,2 – Rio de Janeiro (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª) 
7º) 26,8 – Manaus (Athletico-PR 4 x 1 Vasco, 28/04; 1ª) 
8º) 26,5 – Goiânia (Goiás 1 x 2 São Paulo, 01/05; 2ª) 
9º) 25,9 – Salvador (Bahia 3 x 2 Corinthians, 28/04; 1ª) 
10º) 25,3 – Vitória (Athletico-PR 4 x 1 Vasco, 28/04; 1ª) 
10º) 25,3 – Belém (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª) 
10º) 25,3 – Belém (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª) 

As 10 maiores audiências absolutas na edição de 2019 (nº de telespectadores) 

1º) 4,976 milhões – São Paulo (Goiás 1 x 2 São Paulo, 01/05; 2ª) 
2º) 4,725 milhões – São Paulo (Bahia 3 x 2 Corinthians, 28/04, 1ª) 
3º) 4,239 milhões – São Paulo (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª) 
4º) 3,766 milhões – São Paulo (Santos 3 x 0 Vasco, 12/05; 4ª) 
5º) 2,932 milhões – Rio de Janeiro (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª) 
6º) 2,823 milhões – Rio de Janeiro (São Paulo 1 x 1 Flamengo, 05/05; 3ª) 
7º) 2,477 milhões – Rio de Janeiro (Athletico-PR 4 x 1 Vasco, 28/04, 1ª) 
8º) 2,231 milhões – Rio de Janeiro (Santos 3 x 0 Vasco, 12/05; 4ª) 
9º) 1,293 milhão – Belo Horizonte (Vasco 1 x 2 Atlético-MG, 01/05; 2ª) 
10º) 1,107 milhão – Belo Horizonte (Cruzeiro 2 x 1 Goiás, 05/05; 3ª) 

Fonte: Blog de Cassio Zirpoli