Guarin aguarda atrasados para avançar em renovação com o Vasco

09/01/2020 às 08h00 - CLUBE

Em meio a caras novas como Germán Cano e Abel Braga, uma ausência foi sentida na reapresentação do Vasco. Ainda longe de acordo por renovação, Fredy Guarín continua de férias na Colômbia. A negociação por renovação se arrasta e não há prazo para definição.

O contrato terminou em dezembro, e o volante está livre no mercado. O Vasco mantém contatos constantes com os empresários do jogador, mas não houve avanços significativos nos últimos dias.

 

Atrasados e reajuste em pauta

Com proposta de renovação em mãos, o colombiano se adaptou ao Vasco, tem interesse em seguir no Rio de Janeiro, mas está incomodado com os salários atrasados. O colombiano não quer abrir negociações antes de resolver antigas pendências.

Guarín não recebeu, por exemplo, o salário de novembro, além de proporcional de 13º e férias. O mês de dezembro também não foi pago, mas, em acordo informal com os atletas, o vencimento ocorre somente no dia 20 do mês seguinte.
 

Além da questão salarial, ainda há diferença de valores. Contratado no fim de setembro, com contrato curto, de três meses, o colombiano topou receber valores inferiores, mas espera por um reajuste para permanecer em São Januário.

O colombiano está em Medellín com a família enquanto aguarda a definição do futuro. Há sondagens do exterior, mas pessoas próximas dizem desconhecer propostas concretas.

Fonte: Globoesporte.com