Guerreiros do Almirante distribuiu panfletos antes da partida

25/01/2009 às 18h55 - TORCIDA

Por André Schmidt

A torcida organizada Guerreiros do Almirantes (GDA) distribuiu, antes da partida de ontem, panfletos com as letras das novas músicas para 2009. Durante o aquecimento dos torcedores, num bar em frente a entrada das sociais, muitos vascaínos entoavam os novos gritos, acompanhados pela bateria. Entre os novos \"hits\" estão letras inspiradas em músicas da Xuxa, do Chaves e de Alceu Valença.

Conheça as letras das novas músicas:

\"Eu grito ao mundo inteiro\" (Ritmo de \"Morena tropicana\")
De São Janú eu grito ao mundo inteiro
o sentimento nunca vai parar
Sou vascaíno, torcedor guerreiro
meu Caldeirão hoje vai balançar
a cada dia renovo o meu amor
levo no peito a mesma Cruz do meu Senhor (2x)
A tua história traz orgulho a quem te ama
já nasci Vasco da Gama
pra sempre vou te amar (2x)
Por ti, Vasco da Gama
declaro o meu amor ôôôô


\"De norte a sul vou te apoiar\" (Ritmo de \"Que bonita sua roupa\", do Chaves)
Vamos Vasco pra vitória
Vamos Vasco toda hora
nunca temo o perigo
aonde for estarei contigo
de norte a sul vou te apoiar


\"Sou Vasco até morrer\" (Ritmo de \"Uni-dune-te\", da Xuxa)
Eu sou do grande clube da colina
de muita alegrias, sou Vasco da Gama
esse meu time é mesmo da fuzarca,
o time da virada. Sou da Cruz de Malta,
sou vascaíno e nunca desisto
eu estou contigo rumo a vitória
como é lindo poder festejar
torcer e relembrar todas as suas glórias
Sou Vascão até morrer ôôôôôôôôôôÔô
e vim para vencer ôôôôôôôÔôô
orgulho de dizer
que eu sou vascaíno com muito prazer


\"Hoje é o dia\" (Detonautas, \"Quando o sol se pôr\")
Vamos, vamos Vasco
hojé é o dia da gente vencer
sempre ao teu lado
faremos o Caldeirão ferver
vamos meu Vascão
minha paixão, garra e tradição
pelo meu Vascão eu dou a vida
e canto até o fim


\"Pra sacudir o Caldeirão\"
É pra descontrola
é pra lavar a alma
quem é Vasco canta e pula
agita e bate palma
e pra celebrar o maior time do mundo
todo vascaíno canta junto
Eu sou vascaíno até morrer,
a minha alegria é ver você
e pra sacudir o Caldeirão
sempre cantarei de coração


Fonte: Blog Boteco do Portuga