Hora do Vasco fazer a homenagem em campo

14/03/2019 às 08h12 - CLUBE

Rio - De luto pela morte do ex-presidente Eurico Miranda, o Vasco sabe que só existe uma maneira de prestar uma homenagem à altura do icônico dirigente: vencer o Avaí, hoje, às 21h30, em São Januário, no duelo de ida entre as duas equipes pela terceira fase da Copa do Brasil. O confronto de volta será realizado dia 10 de abril, na Ressacada, em Florianópolis.

Esperançoso de que o Gigante da Colina se manterá vivo na competição, o técnico Alberto Valentim espera ver nos seus comandados a mesma intensidade que Eurico demonstrava ao defender com unhas e dentes os interesses do clube.

"Uma pessoa que viveu intensamente para o Vasco. Uma vitória amanhã (hoje)... Mas uma temporada com sucesso este ano será um bom presente para ele (Eurico) e sua família. Vai ser uma forma de homenagem. Na última vez que veio nos visitar passou otimismo", relembrou o comandante.

MISTÉRIO NA ESCALAÇÃO

Como de costume, Valentim não revelou qual equipe escalará. No entanto, pelas suas palavras, é possível entender que ele repetirá os titulares que empataram com o Flamengo — 1 a 1, sábado passado, no Maracanã, pela Taça Rio.

"Já sei (a escalação) só não vou passar para vocês. Depois dou uma olhadinha na internet e vocês acertam sempre. Nós vamos com a força máxima e, domingo (contra a Cabofriense pelo Carioca), também, mas sabendo que teremos pouco tempo para recuperar. Se houver alguma mudança para domingo, não é teste. Às vezes, é uma mudança para eu ver taticamente, mas pensando no lado físico".

Valentim teve uma conversa com os jogadores sobre a necessidade de todos prestarem atenção no regulamento da Copa do Brasil — agora não há mais o gol marcado fora de casa como critério de desempate.

"Temos que mudar a chave, pois é um torneio com outro formato. Nossa vantagem é a de jogar perto da torcida e contamos com o apoio dela para ficarmos mais fortes", disse Valentim, que vê em Geninho, técnico do Avaí, um dos mais experientes do Brasil.

"O Avaí tem um técnico experiente. Fui jogador do Geninho e sei como ele monta bem o time e tem sua estratégia para cada jogo. Há jogadores com qualidade na frente e precisamos ter cuidado", alertou.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.brValentim quer o time defendendo as cores do Vasco com intensidade
Valentim quer o time defendendo as cores do Vasco com intensidade

Fonte: O Dia