Futebol

Início do Carioca é marcado por polêmicas contra o Vasco; veja lances

O Vasco mais uma vez teve motivos para reclamar da arbitragem no Campeonato Carioca. No jogo desta quarta-feira, contra o Nova Iguaçu, dois lances incomodaram o clube, ambos envolvendo Rossi. Tanto no primeiro quanto no segundo tempo, o atacante sofreu entradas duras, não marcadas pelo árbitro João Marcos Gonçalves Fernandes.

Antes mesmo de o Vasco protestar, a Ferj se pronunciou e disse que o árbitro foi afastado após "falhas gritantes" na partida em que o Nova Iguaçu venceu por 2 a 0. O mesmo aconteceu com o árbitro Tarcizo Pinheiro Caetano, do jogo contra Bangu, que passará por reciclagem.

Além desses dois jogos, um lance na estreia do clube no Carioca, contra o Boavista, também incomodou o Vasco. Na ocasião, o zagueiro Capasso foi atingido por uma cotovelada e sofreu um corte na cabeça. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães não aplicou sequer cartão amarelo e também não citou o ocorrido na súmula. Nesta fase do Carioca, os jogos não têm VAR.

O Vasco apresentou uma notícia de infração pedindo a punição a Matheus Lucas, jogador que acertou a cotovelada em Capasso. Ele será julgado pela 4ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro na próxima sexta-feira.

Veja os lances polêmicos:

Vasco 2x0 Boavista

32 minutos do primeiro tempo: Matheus Lucas, atacante do Boavista, tentou se livrar da marcação de Capasso e acertou o cotovelo em cheio na parte de trás da cabeça do zagueiro, que sangrou muito. Ele precisou jogar com uma proteção até o fim da partida.

Capasso, do Vasco, leva cotovelada e cai no gramado contra o Boavista 

Bangu 2x2 Vasco

4 minutos do 1º tempo: Jair foi expulso após falta em Walney. O volante do Vasco deu um carrinho, mas acertou a bola antes de o jogador do Bangu cair no gramado. O árbitro viu motivo para cartão vermelho.

44 minutos do 1º tempo: Gabriel Canela fez falta dura e pisou no pé de Erick Marcus. Árbitro mostrou o cartão amarelo para o atacante do Bangu.

52 minutos do 2º tempo: Walney fez falta forte em Zé Gabriel, deixou a sola na canela do jogador do Vascou e recebe o amarelo. Volante vascaíno reclamou muito com o árbitro.

55 minutos do 2º tempo: árbitro marcou pênalti para o Bangu após contato de Medel nas costas de Gabryel Freitas, que caiu na área.

Veja polêmicas de arbitragem de Bangu x Vasco 

Nova Iguaçu 2x0 Vasco

25 minutos do primeiro tempo: Rossi foi atingido na perna por Cayo Tenorio. O árbitro mandou o jogo seguir, mas o atacante ficou pedindo falta. O lateral do Nova Iguaçu já tinha cartão amarelo e deixou a sola na canela do jogador vascaíno, que sofreu um corte e apareceu com a perna sangrando.

Cayo Tenório, do Nova Iguaçu, acerta a perna de Rossi, do Vasco, mas árbitro não dá falta 

20 minutos do segundo tempo: Gabriel Pinheiro chegou duro em Rossi, com uma tesoura que derrubou o jogador. O atacante foi atendido à beira do campo e logo deixou o jogo.

Nova Iguaçu x Vasco: Rossi é atingido por Gabriel Pinheiro e árbitro não marca falta

Fonte: ge
  • Terça-feira, 27/02/2024 às 21h30
    Vasco Vasco 3
    Marcílio Dias Marcílio Dias 1
    Copa do Brasil Dr. Hercílio Luz
  • Domingo, 03/03/2024 às 18h10
    Vasco Vasco
    Portuguesa Portuguesa
    Campeonato Carioca São Januário