José Henrique Coelho: Somos um clube de primeira, com diretoria de terceira

23/03/2006 às 18h34 - POLÍTICA

Enquanto a concentração do técnico Renato Gaúcho é com a partida de volta da segunda fase da Copa do Brasil, nos bastidores a política do Vasco continua quente. Nesta semana, conselheiros pertencentes ao Movimento Unido Vascaíno (MUV) se reuniram para discutir as dívidas do clube. Os opositores acusam a atual diretoria, comandada por Eurico Miranda, de não mostrar os verdadeiros números nos balanços de cada ano.

\"Somos um clube de primeira, representados por uma direção e um time de terceira. Completando agora seis anos sem patrocínios, esta administração não nos permite ter atletas de primeira linha e sequer manter qualquer um que se destaque durante uma competição, mesmo diante do mercado nacional. Irresponsabilidade financeira significa hoje, falta de credibilidade, maus negócios e fuga dos melhores parceiros. Sem recursos e sem credibilidade não se reúnem as condições para sermos novamente campeões\", afirmou José Henrique Coelho, presidente do MUV.

Os integrantes do MUV ainda rechaçaram a atual diretoria por não estar disposta a participar da Timemania. A oposição cruzmaltina diz que a loteria pode ser uma solução para tentar quitar a dívida do clube.

Fonte: Gazeta Esportiva.net