Outros Esportes

Judô: Atletas do Vasco participaram de cerimônia de melhores do ano

Evento realizado no Instituto Benjamin Constant teve a presença do vereador Marcelo Arar, do diretor de Alto Rendimento do COB Ney Wilson e da bicampeã mundial Rafaela Silva
 

2022 pode ser considerado um ano de retomada. Depois de dois anos difíceis por conta da pandemia, os judocas do Time Judô Rio voltaram a ter um Circuito Estadual completo, houve a consolidação do Circuito Hajime e outras inovações que auxiliaram os atletas do Time Judô Rio a terem destaque a nível nacional e internacional.

E todo o trabalho desse ano foi lembrado e celebrado na Cerimônia de Melhores do Ano realizada neste domingo, 11, no Instituto Benjamin Constant (IBC). Na premiação organizada pela FJERJ, muitas homenagens e presenças importantes como o vereador Marcelo Arar, o diretor de Alto Rendimento do COB Ney Wilson, de João Ricardo Melo Figueiredo e diretor geral do IBC, que compuseram a mesa de honra ao lado de Jucinei Costa, presidente da FJERJ, Jeferson Vieira, vice-presidente, e Leonardo Lara, diretor técnico.

“A FJERJ tem satisfação de prestar essa homenagem a todos porque o maior patrimônio que temos são os atletas e professores. Em 2022, tivemos muito desafios, todos nós como judocas tivemos que nos levantar depois de uma queda de toda sociedade. No início de 2022, conseguimos incluir jovens atletas na seleção principal. Tivemos sempre em boas colocações nos Campeonatos Brasileiros e contamos com representantes em todos os Mundiais: Sub 18, Sub 21, Sênior, Veteranos e Paralímpico. Isso é muito importante. A FJERJ é um agente facilitador para que isso aconteça, mas nada seria possível sem o trabalho dos professores e clubes que aqui estão. Que 2023 possamos ter muito mais vitórias”, disse Lara.

O diretor de Alto Rendimento do COB, Ney Wilson, elogiou o trabalho realizado pela FJERJ. “Esse é um momento importante em que é reconhecido a contribuição de cada atleta, treinador e clube. Viemos de um período bem difícil, em que as pessoas se afastaram, treinamento era complicado, mas conseguimos virar esse jogo. A Federação só existe pelo trabalho de cada um. Parabéns ao Jucinei e a toda a sua equipe, ao Benjamim Constant pelo espaço e por entender o esporte como ferramenta importante. Parabéns a cada um de vocês porque é um orgulho muito grande para mim estar aqui hoje. Se alcancei a posição que tenho no esporte nacional, eu devo 100% a FJERJ e agradeço a cada um de vocês”.

Já o diretor geral do Benjamim Constant, professor João Ricardo Melo Figueiredo, agradeceu a parceria com a FJERJ em prol do esporte. “Hoje é um dia muito especial pra vocês, mas também para nós. O Benjamin Constant é uma casa que sempre apoiou as iniciativas voltadas ao esporte e ao desenvolvimento de pessoas, é o berço do paradesporto brasileiro. Por isso, podem contar com o IBC para que continuem desenvolvendo esse trabalho maravilhoso. Caminhando juntos para uma convivência melhor entre as pessoas”.

Os primeiros homenageados foram Rafaela Silva, ouro no Mundial Sênior de Tashkent; e Gabriel Santos, prata no Mundial Sub 18 de Sarajevo, que receberam placas por suas conquistas. Na sequência, foram entregues Certificados de Participação a todos os filiados ao Time Judô Rio que estiveram nos Mundiais em 2022. São eles: Luana Carvalho (Umbra-Vasco) no Sênior; Eliza Ramos (Flamengo), Gabriel Falcão (Reação), Kauan Jorge Santos (Flamengo), Luana Carvalho (Umbra-Vasco), Matheus Pereira (Reação), Rafaela Batista (ISCE) e Ryan da Conceição (Nagai) no Mundial Sub 21; e Ana Soares (Reação), Antonio Medeiros Neto (Reação), Jesse James Barbosa (Umbra-Vasco), Mariana Nunes (Reação) e Matheus Abreu (Reação).
 

MOÇÃO HONROSA DA CÂMARA MUNICIPAL
O vereador Marcelo Arar foi o responsável por entregar aos atletas e técnicos que atuaram direta ou indiretamente no Mundial Paralímpico de Judô em Baku, no Azerbaijão, uma Moção Honrosa da Câmara Municipal da Cidade do Rio de Janeiro. Foram elas: Brenda Freitas, prata no individual; Sérgio Júnior, 7º colocado no individual; Willians Araújo, campeão mundial; Roberto Paixão, 3º colocado por equipes; o treinador Antônio Júnior e o coordenador de esportes do IBC, Fábio Brandolin.

“Me sinto lisonjeado pelo convite do IBC e da FJERJ. Essa moção de louvor vem do Palácio Pedro Ernesto, são 51 vereadores, que é concedida àqueles que fizeram algo pela nossa sociedade. Os homenageados de hoje fizeram muito. Levaram nome do nosso país e da nossa cidade para o mundo através do esporte, da raça, da superação de obstáculos. Gratidão da Câmara Municipal a esses cariocas pelas vitórias para a nossa cidade”, disse Arar, que também homenageou toda a gestão da FJERJ, nas pessoas de Jucinei, Jeferson, Lara e João de Deus, e a bicampeã mundial Rafaela Silva, que recebeu das mãos dele o Título de Mérito Esportivo Hélio Grace.

“Sempre muito bom estar aqui. Esse final de ano está sendo muito gratificante para mim por poder voltar depois de dois anos afastado do judô, poder voltar e ver que estou conseguindo fazer um bom trabalho, dar a volta por cima mais uma vez. O objetivo é manter assim, evoluir no meu jogo, na forma de lutar, tentar me renovar, me reinventar para chegar da melhor maneira possível em Paris 2024. Já estarei no Master em Israel na semana que vem. É um longo caminho até os próximos Jogos Olímpicos”, disse Rafaela.

TREINADORES, PATROCINADORES E COORDENADORES
Na sequência, Lara entregou certificados aos treinadores que representaram o Rio de Janeiro nos Brasileiros. São eles: André Amorelli (Umbra-Vasco), Jorge Rocha (Budokan), Joyce Lima (Impacto), Luccas Santos (Union), Rodrigo Domiciano (Flamengo) no Sub-13; André Amorelli (Umbra-Vasco), Gabriel Cardozo (Projeção), Jean Carlos Mello (Mello Judô), Marcelo Gomes (Nagai) e Raphael Hottis (Impacto) no Sub-15; André Amorelli (Umbra-Vasco), Antônio Moutella Neto (Moutella), Jorge Rocha (Budokan), Raquel Silva (Reação) e Thayo Magalhães (Jequiá) no Sub-18; André Amorelli (Umbra-Vasco), Rafael Barbosa (ISCE), Silvana Nagai (Nagai), Victor Penalber (Reação) e Vinicius Morato (Flamengo) no Sub-21; e André Amorelli, (Umbra-Vasco), André Luiz Silva (Reação), Murilo Bezerra (Flamengo) e Silvana Nagai (Nagai) no Sênior.

Jeferson entregou certificado de agradecimento aos parceiros que apoiaram os eventos da FJERJ em 2022: Açaí Vip, MKS, Bonappetit, Soteropolitano, Green Hill, Só Tatame, Instituto Inoue, Seishin, Brazil Card e Daudt Sport.

Jucinei entregou certificados de agradecimento para os coordenadores dos núcleos regionais: João Sena – 2ª Região (Baixada Fluminense), Sidnei Medina – 3ª Região (Niterói), Alexandre Xavier – 4ª Região (Serra Sul), Derides Rosa – 5ª Região (Vale do Paraíba), Orlando Junior – 6ª Região (Norte Fluminense), Daniel Lage – 7ª Região (Serra Norte), Marco Alberto – 8ª Região (Costa do Sol), Helio de Oliveira – 9ª Região (Zona Oeste), Rogerio Nascimento -10ª Região (Noroeste Fluminense).


MELHORES CLUBES
Logo depois, foram entregues os troféus da 4ª Etapa do Circuito Hajime de Judô realizada nos dias 05 e 06 de novembro de 2022; e do Torneio de Encerramento do Circuito Estadual realizado nos dias 06 de novembro e 03 de dezembro de 2022.

Fechando o dia, foram premiados os clubes que se destacaram no Ranking Estadual de 2022. No Circuito Hajime, receberam troféus pelo número de inscritos: Judô Renascer / Instituto Conquistar (1º lugar), Projeto Valentes (2º lugar), Judô Clube Leonardo Lara (3º lugar), Tijuca Tênis Clube (4º lugar) e Associação Budokan Judô Karatê Clube (5º lugar).

No Circuito Estadual, foram premiados os três melhores clubes do Interior (Impacto Fight School, Associação Budokan Judô Karatê Clube e Instituto Santa Cruz de Esportes, respectivamente); os três melhores da Capital (Judô Comunitário Instituto Reação, Clube de Regatas do Flamengo e Umbra-Vasco da Gama, respectivamente) e os melhores no ranking geral. O título ficou com o Instituto Reação.

Bernardo Seabra, coordenador do Programa Reação Olímpico, disse que a conquista coroa um ano muito positivo para a agremiação. “É uma conquista importante, premia um ano que foi muito bom para o Instituto Reação. Tivemos representantes nos Mundiais Sub 18 e Sub 21. Estamos trabalhando para voltar a ter atletas no Mundial Sênior em 2023. Mas acho que é válido ressaltar essa conquista chega num ano em que finalmente pudemos voltar a trabalhar com o judô no dia a dia. É uma vitória de cada atleta, de cada responsável, de cada treinador e de cada apoiador da instituição. Dedico esse troféu ao eterno Sensei Geraldo Bernardes”.

RANKING POR CLASSE
Também foram distribuídos troféus para as agremiações que se destacaram em cada uma das classes. Veja abaixo:

Sub-13
3º Lugar: Judô Comunitário Instituto Reação
Vice-Campeão: Clube De Regatas Do Flamengo
Campeão: Associação Budokan Judô Karatê Clube

Sub-15
3º Lugar: Judô Comunitário Instituto Reação
Vice-Campeão: Umbra – Vasco Da Gama
Campeão: Impacto Fight School

Sub-18
3º Lugar: Umbra – Vasco Da Gama
Vice-Campeão: Clube De Regatas Do Flamengo
Campeão: Judô Comunitário Instituto Reação

Sub-21
3º Lugar: Umbra – Vasco Da Gama
Vice-Campeão: Clube De Regatas Do Flamengo
Campeão: Judô Comunitário Instituto Reação

Sênior
3º Lugar: Umbra – Vasco Da Gama
Vice-Campeão: Clube De Regatas Do Flamengo
Campeão: Judô Comunitário Instituto Reação

RANKING DE ATLETAS
Por fim, mas não menos importantes, foram premiados os atletas de destaque em cada uma das classes. Veja abaixo cada um dos homenageados:

Sub 13 Feminino: Gabriela Pereira Santos (Reação)
Sub 13 Masculino: Jorge Miguel Silva (Flamengo)

Sub 15 Feminino: Maria Júlia Hottis (Impacto)
Sub 15 Masculino: Rafael Fonseca (Umbra-Vasco)

Sub 18 Feminino: Thayssa Assis (Reação)
Sub 18 Masculino: Matheus Abreu (Reação)

Sub 21 Feminino: Luana Carvalho (Umbra-Vasco)
Sub 21 Masculino: Kauan Jorge Santos (Flamengo)

Sênior Feminino: Luana Carvalho (Umbra-Vasco)
Sênior Masculino: Pedro Medeiros (Umbra-Vasco)

Para Pedro Medeiros, campeão geral no sênior masculino, 2022 foi um ano de consolidação. “Foi muito importante receber esse prêmio. Foi um ano difícil com muitas competições, conquistando títulos estaduais e nacionais. Esse ano foi um ano de consolidação para mim. Competi duas competições internacionais, fui quinto no Grand Prix de Zagreb e no Grand Slam de Abu Dhabi não consegui uma boa colocação, mas foi uma grande experiência. Para 2023, pretendo disputar todas as competições nacionais que deem vaga para competições internacionais, buscando o ranking mundial para disputar Paris 2024”.

Já para Thayssa Assis, melhor no ranking Sub 18 feminino, a premiação marca o início de um novo ciclo. “Foi muito importante saber que o ano foi produtivo. Já é a terceira vez que eu lidero o ranking e é sempre muito bom saber que a gente está no topo, entre os melhores. Em 2023 será meu primeiro ano de Sub-21 e também subo do 44kg para o 48kg. A expectativa é fazer um ano bom nas competições estaduais e nacionais e permanecer no pódio”.

E até 2023!

Fonte: Judô Rio
  • Sábado, 24/02/2024 às 17h30
    Vasco Vasco 2
    Volta Redonda Volta Redonda 1
    Campeonato Carioca Kleber Andrade
  • Terça-feira, 27/02/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Marcílio Dias Marcílio Dias
    Copa do Brasil Dr. Hercílio Luz