Juninho se destaca por versatilidade e vira boa opção para Ramon

28/09/2020 às 08h16 - FUTEBOL

O empate em 1 a 1 do Vasco com o Red Bull Bragantino não foi o que a torcida esperava, mas a partida, pelo menos, apresentou uma boa opção para o técnico Ramon Menezes. O jovem volante Juninho, que voltou a ficar à disposição depois de quase um mês ausente e já teve uma oportunidade como titular, teve um boa atuação e foi um dos melhores em campo pelo lado cruz-maltino.

Sem jogar desde o dia 2 de setembro, Juninho ficou fora, primeiro, por uma lesão no músculo posterior da coxa direita e, na sequência, por uma infecção odontológica. E, como antes ele foi afastado devido ao imbróglio em relação a renovação do seu contrato,  a partida contra o Red Bull Bragantino foi apenas a sua terceira atuação no Campeonato Brasileiro. Mas ele já mostrou que está forte na briga por uma vaga no time titular. Principalmente por sua versatilidade.

Sem Andrey e Benítez, vetados pelo departamento médico por problemas musculares, o técnico Ramon Menezes mudou todo o meio de campo do Vasco neste domingo. Isto porque também optou pro tirar Fellipe Bastos, que vinha uma sequência de atuações irregulares. Assim, Juninho formou o meio ao lado de Bruno Gomes e Marcos Jr.

‘Talento de sobra’

Diferente do que fez contra o Santos, quando teve outra boa atuação, mas jogando pelo lado direito, desta vez Juninho jogou pela esquerda. E foi por ali que ele fez uma excelente jogada logo no começo do jogo e deu um bom cruzamento para Cano, que desperdiçou um gol que o argentino não costuma perder.

E foi quando apareceu quase como um ponta que Juninho deu a assistência para o gol de Vinícius. O meia apareceu nas costas da zaga adversária, recebeu um bom passe de Talles Magno e, quase da linha de fundo, cruzou rasteiro para Vinícius finalizar para as redes. A boa atuação do garoto de 19 anos rendeu muitos elogios do técnico, que ressaltou a sua versalitidade.

– O Juninho é um jogador muito inteligente, une a técnica com força e velocidade. E pode jogar em várias funções, dentro do que entendo das nossas ideias. Pode jogar como extremo do lado direito, como fez contra o Santos em uma excelente partida, pode jogar como segundo volante pelo lado direito, e pode jogar como jogou hoje, pelo lado esquerdo. É um jogador que cria um leque de opções na parte tática. E isso é muito bom para a gente. Vai acrescentar muito. Ficou muito tempo para resolver aquela coisa de contrato, teve uma lesão, mas é um jogador muito importante. Vem trabalhando muito, crescendo. Melhorou muito o aspecto posicional dentro do campo, que é muito importante também. Talento ele tem de sobre vai nos ajudar – afirmou Ramon Menezes em entrevista coletiva após o empate com o Red Bull Bragantino.

Os números comprovam a boa atuação de Juninho. Além da assistência e da outra chance criada, segundo dados do “Sofa Score”, o volante teve 85% de acerto nos passes, 100% nas bolas longas e acertou quatro dos seis dribles tentados. Também venceu metade dos duelos no chão (seis de doze) e a única disputa que tentou pelo alto.

Foto: Sofa Score BrazilOs mapas de calor das três atuações de Juninho pelo Vasco. Centralizado, na direita e na esquerda
Os mapas de calor das três atuações de Juninho pelo Vasco. Centralizado, na direita e na esquerda

Os mapas de calor das três atuações de Juninho pelo Vasco. Centralizado, na direita e na esquerda (Fonte: Sofa Score Brazil)

E Fellipe Bastos?

O treinador também falou da opção pelo meio com Bruno Gomes, Juninho e Marcos Jr. Em meio aos elogios a movimentação dos três jogadores, Ramon também exaltou Fellipe Bastos, que vem sendo alvo de críticas da torcida – com certa razão.

– Todos os jogadores são importantes e podem jogar. O Andrey e o Benítez foram vetados, não tinham condições. Optei hoje por essa formação. O Bastos vem de uma sequência e com desgaste físico muito grande. Vai ter um tempo para buscar recuperação. É um atleta que nós entendemos que ele tem que estar muito bem fisicamente. Ele nos ajudou muito, tem quatro gols na competição, fez gols importantes, e vai continuar nos ajudando. Como todos esses atletas que tem entrado e nos ajudado muito. O Marcos Jr. cresceu muito de produção. E é isso que nós esperamos. Que o atleta, jogando ou não, busque seu espaço. E todo mundo está tendo esse entendimento. Hoje (domingo) eu gostei muito de tudo que aconteceu dentro de campo, da movimentação de todos os jogadores, principalmente do meio campo – finalizou Ramon.

Com uma semana livre para treinos, é possível que Andrey e Benítez, considerados titulares absolutos, voltem para a partida contra o líder Atlético-MG, no próximo domingo. A outra vaga no meio, que antes parecia também certa de Fellipe Bastos, agora começar a ser ameaçada por Juninho. A ver qual será a decisão de Ramon Menezes.

Fonte: Esporte News Mundo