Leandro Castan defende rodízio de Abel: 'Em 2019 não estava aguentando'

24/01/2020 às 09h36 - FUTEBOL

O zagueiro Leandro Castán concedeu coletiva no CT do Almirante na manhã desta sexta-feira, antes do treino da equipe que Abel Braga prepara para enfrentar o Boavista, no estádio Elcyr Resende, pela terceira rodada da Taça Guanabara. Ele defendeu o rodízio de jogadores promovido pelo treinador, que poupou os titulares no clássico contra o Flamengo e acabou derrotado.

Para Castán, nessa fase da temporada é importante manter a calma. Para justificar, usou seu próprio exemplo em 2019.

- Acho que sim (sou a favor do rodízio), vou dar um exemplo: ano passado fomos campeões invictos da Taça Guanabara, todo mundo jogou todos os jogos. Eu fui dos que chegaram no início do Brasileiro, não estava aguentando mais jogar futebol, estava cansado. Eu falo isso, os torcedores vão falar: "Não, jogador tem de jogar, ganha bem...". Não é por causa disso, mas realmente quando joga quarta e domingo sem preparar para isso, acaba desgastando. Foi o que aconteceu, tive uma lesão que não tratei bem dela, e depois acabei perdendo quase o primeiro turno inteiro do Brasileiro. É o momento de ter tranquilidade, sabedoria, e saber que tem um ano muito longo pela frente.

Ele considerou produtiva a semana livre de trabalho, já que ficou fora do clássico, e acha que o momento é de pegar ritmo para a temporada:

- A semana foi boa de trabalho, aproveitamos bastante, tínhamos poucos dias antes do primeiro jogo, essa semana deu para treinar um pouquinho mais, começar a pegar condição, agora também ritmo de jogo que é importante. Estamos no caminho certo, com muita tranquilidade, serenidade, para conquistar nossos objetivos.

O Boavista lidera o Grupo A, empatado em quatro pontos com o Flamengo, mas à frente pelo saldo de gols. Já o Vasco amarga a penúltima posição do Grupo B, com o mesmo um ponto do Macaé, mas também melhor no saldo de gols. Na última rodada, o Boavista atropelou o Macaé por 3 a 0, enquanto o Vasco perdeu o clássico para os rubro-negros por 1 a 0.

Fonte: GloboEsporte.com