Leonardo Gaciba e Carlos Eugênio Simon apitarão as finais da Copa do Brasil

18/05/2006 às 19h01 - FUTEBOL

O presidente da Comissão Nacional de Árbitros, Édson Rezende, em entrevista à Rádio LANCE!, antecipou os árbitros que serão escalados na final da Copa do Brasil, independentemente do confronto. O Vasco, já classificado, espera pelo vencedor do duelo entre Flamengo e Ipatinga para conhecer seu adversário. Leonardo Gaciba e Carlos Eugênio Simon, ambos do Rio Grande do Sul e do quadro da Fifa, serão os indicados para sorteio.

- A nossa idéia é a de, como os jogos finais só serão após o Mundial, escalar o Leonardo Gaciba e Carlos Eugênio Simon - disse Rezende, lembrando que Simon estará apitando no Mundial.

O dirigente confirmou que a medida de escalar árbitro de outras localidades em jogos de times de mesmo estado deve continuar nas competições organizadas pela CBF. Na quarta-feira, o árbitro paulista Paulo César Oliveira apitou a semifinal da Copa do Brasil entre Vasco e Fluminense.

- É uma decisão que deve continuar. A gente entende que o árbitro de um determinado estado já apita varios jogos no campeonato estadual e a tendência é este estar mais desgastado com esses jogos. Com árbitros de fora, neutros, a tendência é todos se sentirem melhor - disse Édson Rezende.

Caso a final da Copa do Brasil seja Vasco e Flamengo e estes clubes pedirem para o árbitro ser do Rio de Janeiro, Édson Rezende não vai se opor. Ele também disse que se um dos clubes quiser vetar um árbitro, este será excluído do sorteio.

- Se os clubes quiserem um árbitro do mesmo estado, não vamos deixar de atendê-los. Eu entendo quando um árbitro não é bem visto por algum clube. Ele logicamente não deve estar no sorteio - disse Rezende.

Édson também comentou a arbitragem de Vasco e Fluminense, classificada por ele como ótima, mas admitiu que, se estivesse no apito, marcaria o pênalti de Roger, do Flu, em Ygor no segundo tempo.

- Vendo pela TV, achei que o jogador do Fluminense agarrou o do Vasco por trás e caíram juntos. Mas os lances são subjetivos, de interpretação. No pênalti à favor do Fluminense, se eu fosse árbitro, também marcaria. O atleta do Vasco, tentanto virar no corpo, acabou colocando as duas mãos em direção à bola - opinou.

Fonte: Lancenet!

Especulação

Especulado

Você aprova a contratação de Douglas?

Especulações Mercado