Luis Fernandes critica encontro de Alexandre Campello com Bolsonaro

20/05/2020 às 08h24 - POLÍTICA

VERGONHA HISTÓRICA! Não encontro palavras para expressar a minha indignação com a posição adotada hoje pelo Presidente do Vasco. No dia em que o Brasil registrou o maior número de mortes por COVID-19 no mundo - quase mil e duzentas - e a pandemia se alastra de forma descontrolada pelo país, Campello vai a Brasília, a reboque do Presidente do Flamengo, negociar com o Presidente da República e o Governador do Distrito Federal a retomada das atividades de treinamento nessa cidade, para ludibriar as medidas de isolamento social determinadas pelo governo e pela prefeitura do Rio de Janeiro. Esse propósito coloca em risco a vida e a saúde dos atletas e profissionais do clube, bem como dos seus familiares. Como já observei em outro texto, jogador não é gladiador para arriscar sua vida para deleite da plateia no Coliseu. A retomada das atividades de treinamento não tem respaldo de qualquer autoridade de saúde ou associação médica. Vale registrar que Brasília mantém elevada proporção de contaminados e mortos por COVID-19 em relação à sua população. Trata-se de posição indigna para quem ocupa a Presidência de um clube da grandeza do Vasco e exerce a profissão de médico.

Fonte: Facebook de Luis Fernandes