Luxemburgo apoia Pikachu e pede crédito da torcida: "Este é nosso elenco"

01/09/2019 às 21h43 - CLUBE

O pênalti perdido por Yago Pikachu foi considerado decisivo por Vanderlei Luxemburgo na derrota do Vasco para o Cruzeiro. Mas o técnico fez questão de eximir o lateral de culpa pelo resultado. Para ele, a atuação da equipe foi boa e é importante que a torcida continue a apoiar o atual elenco, apesar das limitações.

- Quero dizer diretamente para o torcedor: não adianta queimar o Marquinho, o Tiago Reis, o Valdivia. Porque daqui a pouco não tenho ninguém. Estou com 67 anos, não posso entrar em campo para jogar. Estão queimando jogador. Torcedor, preste bem atenção: para conseguirmos alguma coisa, é importante acreditar e caminhar junto com estes jogadores. Não dá para queimar ninguém nem contratar alguém. Temos que entender que este é o nosso elenco - disse o treinador.
 

Sobre Pikachu, Luxemburgo não descartou uma mudança como batedor de pênalti, mas ressaltou que o lateral treina com frequência e tem bom desempenho.

- Ele vai passar para mim o que quer fazer. Ele bate muito bem, de repente perde momentaneamente a confiança e fica inseguro. É uma conversa com ele, olho no olho, para saber se está com confiança, se quer continuar. Ele treina bastante. Enquanto estiver treinando, não me assusto com isso. Vou matar o Pikachu, crucificar? Não. Perdemos todos nós, e ele continua com crédito comigo.

Com a derrota para o Cruzeiro, o Vasco manteve a 15ª posição no Campeonato Brasileiro, com 20 pontos. O elenco retorna ao Rio de Janeiro na tarde desta segunda-feira.

Veja outros tópicos da coletiva de Luxemburgo:

Análise da partida

- O Vasco tinha o domínio do jogo e noção do que estava acontecendo. Quando perdeu o pênalti, tivemos uma queda, um abatimento. Depois conseguimos nos reencontrar. O resultado é aquilo que se apresentou, mas acho que o Vasco merecia coisa melhor. Teve grande atuação e jogou de igual para igual. Tivemos boas possibilidades. Infelizmente perdemos o jogo. Faz parte. O Cruzeiro aqui sempre é muito forte.

Objetivo: sair da confusão

- Nunca falei diferente. A competição do Vasco é para sair da confusão. Nosso campeonato é outro. Mesmo na situação em que se encontra, o Cruzeiro tem muita qualidade. Não aconteceu nada diferente do que o Cruzeiro oferece no Mineirão. É sempre muito difícil.

Pênalti foi decisivo na derrota?

- Desde que não coloque a culpa no Pikachu. Se fizéssemos o gol, com certeza teríamos um contragolpe muito melhor. O Cruzeiro teria que se expor muito mais. Automaticmaente ia aparecer muito mais espaço para nós. Acho que a perda fez com que o Cruzeiro ficasse mais sossegado dentro do jogo.
 

Foto: Fábio Barros/Agência EstadoVanderlei Luxemburgo durante a partida entre Cruzeiro e Vasco
Vanderlei Luxemburgo durante a partida entre Cruzeiro e Vasco

Fonte: Globoesporte.com