Mais um vascaíno importante se afasta do clube por causa de Eurico

12/09/2006 às 11h58 - IMPRENSA

No último domingo (10/09), completou 76 anos o vascaíno Ferreira Gullar, um dos mais importantes intelectuais brasileiros. Escritor, ensaísta, poeta e crítico de arte, Gullar nunca escondeu que o seu clube de coração é o Vasco da Gama. E esse amor pela Cruz de Malta começou há bastante tempo, ainda na década de 40, durante a infância em São Luiz do Maranhão, sua terra natal.

Em entrevista ao Portal Literal, site especializado em literatura, Gullar explicou como nasceu a paixão e a admiração pelo Vasco:

\"Sou Vasco desde os doze anos [início dos anos 40], quando pus o nome de Vasco em meu time de botão. Isso em São Luís do Maranhão; portanto, nunca tinha visto o Vasco jogar, mas sabia de cor a escalação do time. No Rio, já adulto, fui algumas vezes ao Maracanã, mas, depois de uma arruaça na arquibancada, deixei de ir, a não ser como convidado\".

Nos últimos anos, porém, a torcida pelo time de São Januário arrefeceu por conta dos desmandos cometidos pelo atual presidente do clube. Veja o que disse Gullar, ao ser perguntado se ainda gosta de futebol, em recente entrevista à revista Língua Portuguesa:

\"Gosto do Vasco, desde São Luís. Agora, com aqueles problemas, o Eurico Miranda lá... Perdi o gosto\".

Com essa declaração, Gullar junta-se a um extenso grupo de artistas e intelectuais vascaínos, como Aldir Blanc, Sérgio Cabral, Martinho da Vila e tantos outros, que se distanciaram do Vasco por conta da nefasta presença de seu atual presidente. Em novembro, no entanto, os sócios do Vasco terão a chance de reverter essa história.


Ferreira Gullar é mais um vascaíno decepcionado com a atual administração do clube

Fonte: SUPERVASCO.COM