Marrony admite interesse da Europa

07/08/2019 às 10h27 - FUTEBOL

Marrony, por ora, não vai deixar o Vasco. Pelo menos foi o que garantiu o próprio atacante em coletiva antes do treino da manhã desta quarta, no CT do Almirante. Depois de ter seu nome cogitado no Newcastle, da Inglaterra, ele diz que a negociação não avançou.

- Fiquei sabendo de tudo. Tentei focar ao máximo no Vasco. Sei que o meu momento não é o que eu tive no começo do ano. Chegou, sim, mas todo mundo viu que já não tem mais. Então, é focar no Vasco

Perguntado, sobre qual time gosta de acompanhar na Premier League, O atacante foi direto:

- Newcastle

Falando de Vasco, Marrony comentou o fato de ter que atuar como centroavante com Vanderlei Luxemburgo. Segundo ele, sua posição de origem é mais aberto pelas pontas, mas está à disposição para ajudar.

- Na base eu já joguei de 9. Mas eu sou ponta de origem. Sempre joguei assim. A gente está revezando, até que não ache um que possa pegar a vaga. Se me colocar, estou à disposição. Vou correr a mesma coisa e lutar. Eu sou mais de força. Consigo lutar bastante pelo alto, por baixo. O Talles vai mais para cima, é habilidoso. É um moleque que logo mais vai dar dando voos altos. Ele é fera

Confira outros tópicos da coletiva:

Busca por um camisa 9 no elenco
Como a gente vem revezando, fazemos uma jogada e não tem alguém ali para botar a bola para dentro. O professor está vendo a melhor opção para arrumar um camisa 9. Tem o Tiago, que faz muito gol, todo mundo apoiou quando subiu

Falta de gols de bola rolando
Às vezes a gente consegue fazer a jogada, mas na hora de finalizar acaba pecando. Temos que trabalhar para sempre evoluir, pegar a batida, como o Ramon (Menezes) vem fazendo com a gente. É ter bastante calma no momento

Duelo contra o Goiás
Por mais que o momento deles não seja bom, em casa vão tentar fazer um bom jogo. Mas nós vamos com tudo, sabemos que são pontos importantes para nós.

Aproveitamento fora de casa
O professor sabe o que tem que fazer para pontuar fora de casa. A gente não conseguiu sair com o resultado positivo contra o CSA porque a gente deu mole. Essa é verdade. Não fizemos um jogo como contra o Palmeiras. Demos espaço para o time deles. Sabemos que podemos fazer ótimos jogos. Teve jogos que fomos prejudicados pelo VAR. Isso não é desculpa, mas a gente está buscando. Se não saiu (vitória fora), vai sair. Não é possível que vamos terminar o primeiro turno sem fazer pontos fora de casa. Vamos continuar nessa pegada para subir na tabela.

Influência do VAR
Vendo, hoje, se fosse para escolher, na minha opinião é melhor nem ter. Se tem é para ajudar. Nos dois jogos nos deixou sem pontos, bastante putos. No nosso grupo falamos bastante. Por mim podia acabar esse VAR

Momento de Talles Magno
Ele veio da base, é bem falado. Moleque de muita qualidade, pega seleção de base. Já pegou a confiança de todos aqui. O Castan, nosso capitão, nos passa bastante confiança para fazer tudo o que sabemos.

50 jogos como profissional
Quando subi, foi um momento de muita pressão. O Vasco me fez homem. Fico muito feliz pela marca e pelos gols que fiz. Por mais que eu reconheça que não esteja no meu melhor momento, estão me dando confiança.

Fonte: GloboEsporte.com