Marrony estaria a um passo do Atlético-MG

12/06/2020 às 17h02 - CLUBE

O atacante Marrony está de saída do Vasco da Gama para ser o novo reforço do Atlético-MG. O contrato com o clube mineiro será de 5 anos com o salário de R$ 250 mil mensais. O negócio foi fechado por cerca de R$ 20 milhões, nos quais quase R$ 15,75 milhões ficam com o Vasco – o Volta Redonda fica com algo em torno de R$ 2,25 milhões. Faltam apenas os exames no Galo para o contrato ser assinado e o fim da negociação ser anunciada pelos clubes.

Marrony foi nesta sexta-feira ao Complexo Esportivo de São Januário pegar os pertences e se despedir dos companheiros e funcionários do clube. O jogador é aguardado ainda neste fim de semana em Minas Gerais. Até que a negociação chegasse a esse ponto, porém, nos últimos dias houve uma verdadeira novela pela transferência do jogador para o time mineiro.

No último dia 4, o Galo oficializou uma proposta ao Vasco a pedido do técnico Jorge Sampaoli que teria feito uma lista de reforços e o nome do jogador estava incluso.

No dia 5, o ENM adiantou em primeira mão detalhes sobre a negociação entre os dois clubes, além das exigências do clube carioca no pagamento à vista e a entrada da MRV no negócio.

No último domingo (07), também foi noticiado em primeira mão pelo ENM que o Vasco recusou uma proposta do Krasnodar da Rússia por Talles Magno e o clube carioca teria oferecido Marrony no lugar, pois os europeus poderiam dar melhores condições no negócio que os mineiros.

Na segunda (08), o Banco BMG, parceiro de Vasco e Atlético, intermediou a negociação e ofereceu o pagamento à vista, que era um pedido do Cruz-Maltino para fechar negócio. Em contrapartida o banco ficaria com uma parte do dinheiro como juros sobre o pagamento antecipado. Na reunião realizada na noite de segunda-feira entre dirigentes dos dois clubes para fechar o acordo, Alexandre Campello, presidente do Vasco, exigiu que o Atlético arcasse com juros e que só fecharia dentro das suas condições com o pagamento à vista e não parcelado como o Galo sempre quis.

Na terça (09), o Vasco quitou os atrasados de Marrony temendo que o jogador buscasse a justiça para pedir a rescisão unilateral. O ENM apurou que o dinheiro utilizado para o pagamento foi de um empréstimo feito por membros ligados à política do clube.

Marrony tem 21 anos e foi revelado na base do Vasco da Gama. Fez sua estreia pelo Cruz-Maltino contra a Cabofriense pelo Campeonato Carioca de 2018 sob o comando de Zé Ricardo, mas foi com Alberto Valentim que o atleta começou a se destacar e se firmou como titular da equipe.

Antes da paralisação das competições devido ao Covid-19, o jogador atuou em 13 confrontos e não marcou em 2020. O atacante tem 10 gols em 82 partidas pelo Vasco e era conhecido pela torcida como Rashford da Colina.

Fonte: Esporte News Mundo