Maxi López teria ficado insatisfeito com notícia de pedida salarial

01/03/2019 às 08h10 - FUTEBOL

O que tinha tudo para ser uma negociação simples gera desgaste entre o Vasco e o atacante Maxi López. As conversas para a extensão do contrato do argentino se arrastam mais do que as partes previam, com direito a vazamento de valores. O camisa 11 ficou insatisfeito com a notícia de que teria pedido R$ 600 mil de salário para assinar novo compromisso com o Cruz-maltino, até dezembro de 2021.

Pessoas próximas ao jogador afirmam que Maxi López, com salário de R$ 300 mil no compromisso atual, que vai até dezembro deste ano, não pediu valor tão alto para seguir em São Januário. Era desejo do gringo que as conversas sequer tivessem sido confirmadas pela diretoria.

Depois de mais um dia de irritação com o caso, o atacante se apresentou em São Januário ontem com sinusite, febre alta e dores pelo corpo. Ele foi medicado e voltou para casa. Antes considerado certo na partida contra o Boavista, amanhã, em São Januário, virou dúvida para o compromisso.

O atrito acontece em meio ao pior momento de Maxi López com a camisa do Vasco. O jogador tem sido cobrado pela falta de gols na temporada — foi apenas um, de pênalti, no empate em 2 a 2 com a Juazeirense, pela Copa do Brasil. O argentino deseja encerrar a carreira no Vasco, deixou isso claro para a diretoria, e gostaria de resolver essa questão o quanto antes.

Fundamental para a permanência do Vasco na Série A em 2018, os questionamentos ao atacante acontecem também em relação à forma física do camisa 11.

Foto: Luciano Belford/Agncia O DiaMaxi López
Maxi López

Fonte: Extra