Maxi também está fora da partida contra o Corinthians, em São Paulo

15/11/2018 às 15h03 - FUTEBOL

O drama do Vasco na luta contra o rebaixamento na reta final do Campeonato Brasileiro ganha contornos de desespero.

A começar pelo atacante Maxi López que seguirá fora do time na partida contra o Corinthians, sábado, em Itaquera, pela 35ª rodada do Brasileiro.

Com o pé perfurado pelas travas da chuteira do gremista Paulo Miranda, o argentino faz tratamento para enfrentar o São Paulo, quarta-feira, em São Januário.

Mas o astro do time não será a única baixa do time de Alberto Valentim.

Os médicos do clube suspeitam de nova lesão nos recém-operados ligamentos colaterais do lateral-esquerdo Ramon, de 30 anos.

Se o diagnóstico for confirmado, o jogador ficará fora por mais um longo período, sendo submetido a mais uma cirurgia.

Outro que só retorna ao time em 2019 é o atacante Rildo, que sofreu estiramento muscular na parte posterior da coxa.

O 1 a 1 com o Atlético-PR, na noite de quarta-feira, em São Januário, no último minuto dos acréscimos, abateu os jogadores, mas não tirou a confiança.

O Vasco está entre os times que menos perderam nas últimas onze rodadas (duas derrotas), atrás de Palmeiras (zero) e ao lado de Internacional e Flamengo.

E tem rendimento médio de cinco pontos a cada quatro rodadas.

Se mantiver o ritmo contra Corinthians (F), São Paulo (C), Palmeiras (C) e Ceará (F) com uma vitória e três empate chegará aos 44 pontos.

O problema é que na era dos pontos corridos apenas a Portuguesa, em 2012, conseguiu escapar do rebaixamento com dez vitórias, somando 45 pontos.

O número mínimo costuma ser de onze vitórias.

Isso, em tese, obrigaria o time de Alberto Valentim a vencer dois dos seus proximo quatro jogos, chegando aos tais 45.

Vida dura para os vascaínos...

Foto: André Durão Maxi López se emociona ao falar dos filhos
Maxi López se emociona ao falar dos filhos

Fonte: Extra Online

Especulação

Especulado

Você aprova a contratação de Bressan?

Especulações Mercado