Mesmo com tempo, Alberto Valentim não engrena no Brasileiro com o Vasco

28/10/2018 às 09h20 - CLUBE

Não dá para reclamar de falta de tempo para trabalhar. Alberto Valentim já é o treinador que teve mais dias livres à frente do Vasco neste Campeonato Brasileiro. Na expectativa de uma guinada nos resultados que ainda não vieram, o time patina à beira da zona de rebaixamento.

Até o jogo contra o Internacional, foram 47 dias que a comissão técnica teve à disposição para descansar os atletas, aprimorar a parte técnica e dar um padrão de jogo. Jorginho, seu antecessor, teve 46, descartando o recesso da Copa. Zé Ricardo, o primeiro técnico do Vasco no Brasileiro, 37 dias.

Ainda assim, os problemas com lesão se repetem e as mudanças na escalação também. Valentim ainda não repetiu formação desde que assumiu o Vasco. O aproveitamento de pontos, mesmo com o tempo hábil para trabalhar, não empolga: 30,5%. Com Jorginho, foram 43,3%. Com Zé Ricardo, do início da Série A até a saída, 38,6%.

O Vasco volta a campo no sábado para enfrentar o Fluminense, no Maracanã.

Fonte: Extra Online