Mineiro: 'Quando se fala de Vasco, não tem como não aceitar o convite'

25/02/2019 às 12h03 - FUTEBOL

Numa tarde de treino em São Januário, ele já não passa mais despercebido. É "Lucas Mineiro" para lá, "Lucas Mineiro" para cá. Crianças ainda em busca de seus sonhos, correndo pelas arquibancadas do estádio, reconhecem o recém-contratado do Vasco, mas que já está nos braços da torcida e parece um velho conhecido.

Lucas Mineiro foi a última contratação do Cruz-Maltino para 2019. O volante de só 23 anos, comemorados neste domingo, estava na Ponte Preta e gerou até desconfiança nas redes sociais. O que ele apresentaria no Vasco? Será que valeria a pena o investimento? Mas todas essas dúvidas foram por água abaixo em pouquíssimo tempo.

A rápida adaptação em campo, porém, não se deve somente ao futebol. Lucas Mineiro garante: o ambiente no dia a dia do Vasco tem sido um diferencial positivo.

- Eu fui recebido da melhor maneira possível. Os atletas me deram todo o apoio, toda a condição para chegar aqui e desempenhar o meu melhor. A alegria, a união que é dentro do nosso vestiário. Que a gente possa continuar fazendo isso.

Mas no ano passado, por causa da luta frenética contra o rebaixamento, o clima era diferente. A pressão tomava conta do dia a dia. A briga para não cair para a Série B do Campeonato Brasileiro foi até a última rodada e terminou com um empate em 0 a 0 com o Ceará, que livrou o Vasco.

Mesmo diante de um momento tão recente e delicado, Lucas Mineiro se declarou: não tinha como falar "não" para a proposta do Vasco.

- Quando se fala de Vasco, não tem como não aceitar o convite. O Vasco tem uma camisa de peso, gigante. Merece todo o respeito. Quando recebi o convite, não pensei nem duas vezes. Quis logo abraçar a oportunidade de fazer parte dessa história maravilhosa que o Vasco tem - conta o volante.

Titular absoluto do time comandado por Alberto Valentim, Lucas Mineiro disputou oito jogos e fez dois até aqui (veja no vídeo acima). O que mais chama atenção, porém, é a rápida adaptação e atributos que eram raros no Vasco em 2018: boa saída de jogo e técnica para ligar a defesa ao ataque.

- Essa sempre foi minha característica, ter a posse de bola, sair jogando. Importante também fazer esse papel de ir buscar a bola. Acho que isso vem dando muito certo. Eu estou muito feliz. Fui muito bem recebido pelos atletas e pelos torcedores. Vou continuar bem concentrado, dando meu melhor - explica.

Se em campo mostra personalidade e nenhuma vergonha de mostrar suas qualidades, fora Lucas Mineiro prefere honrar o apelido.

- Eu sou um cara mais tranquilo. Sou tranquilo. Mais na minha, como um mineirinho (risos), bem sossegado. Gosto de estar mais perto dos amigos - finaliza.

Fonte: GloboEsporte.com