Na sede da FERJ, Eurico Miranda não poupa Marcio Braga

02/08/2007 às 08h13 - POLÍTICA

A sede da Ferj teve seus momentos de Maracanã na tarde de ontem. A rivalidade entre Flamengo e Vasco saiu de campo e chegou ao plenário onde era realizada a eleição para a presidência da casa.

– O presidente do Flamengo, seu Marcio Braga, ao sair da mesa de votação, rasgou a cédula da chapa da situação. Ele foi deselegante.

Talvez, quisesse provocar uma reação e dar motivos para o clima ficar ruim. Não havia a necessidade de ter feito isso – criticou o presidente interino do Vasco, Eurico Miranda.

Marcio Braga chegou à Ferj acompanhado do presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, e foi recebido pelo candidato derrotado, Francisco Horta. O rubro-negro ficou pouco tempo na entidade, saindo ao lado de Bebeto logo após terem votado.

– Tudo o que acontece na Federação é surrealista. Com a eleição do Rubens Lopes, vamos continuar pagando a conta e eles, se divertindo.

Muitas vezes, em corrupções das mais escabrosas – disparou Marcio Braga.

Fonte: Lance