Natação Paralímpica: Sucesso na internet, Camille R. mira Parapan 2019

22/12/2018 às 11h34 - OUTROS ESPORTES

Mesmo com a conquista de milhares de fãs nas redes sociais com vídeos de dança, a nadadora paralímpica Camille Rodrigues continua focando a atenção no que acontece entre as raias da piscina. Detentora de recordes nacionais, a atleta de 26 anos vai buscar medalhas no Parapan-Americano de Lima, em 2019. 

– A natação é a minha profissão, a dança é um hobby. Esse ano foi meio nulo de competição, não tiveram competições importantes como o Parapan e Paralimpíada, eu pude estar um pouco mais na dança. 

A atleta do Vasco foi até Sorocaba, a 100 km de São Paulo, nesta terça-feira para fazer ajustes na prótese da perna direita, amputada quando Camille tinha dois anos por conta de uma malformação congênita. A nadadora conta que está acostumada com o ritmo dos treinos para manter o corpo preparado. 

– A natação começou com quatro anos como descrição médica e ajuda na autoestima. A gente que é atleta tem que manter dieta, tem que malhar, tem preparação física e por isso o corpo fica atlético. Não é só profissão, é independência de vida, é aprender a ganhar e perder... É parte da construção pessoal. 

Ao acompanhar os cuidados da prótese de Camille, o técnico protesista ortopédico Nelson Nolé não deixa de se emocionar com a história de superação da nadadora paralímpica. 

– Eu fiz a prótese para uma pessoa como essa moça, que tem uma vida normal e é atleta. Ela é um exemplo de reabilitação e incentivo na vida. 

Natural de Santo Antônio de Pádua, interior do Rio de Janeiro, Camille foi ouro nos 400m livre, 100m costas e 100m livre e bronze nos 50m livre nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015. Ela também esteve em eventos importantes como a Paralimpíada do Rio, em 2016, e os Mundiais de 2013 e 2017. 

– Tive recordes maravilhosos. Eu tenho uma carreira bem legal dentro do esporte, coisas que poucas mulheres conseguiram no Brasil. Tenho dois Parapan-Americanos com oito medalhas e tenho uma Paralimpíada nas costas, ficando em 10º no Rio 2016. 

Com mais de 240 mil seguidores no Instagram, Camille tem encontrado tempo para se dedicar à dança, em paralelo à carreira do esporte. Entre as experiências, a atleta participou da nova abertura do Fantástico, se apresentou no palco do Prêmio Multishow ao lado da cantora Anitta e foi estrela em um clipe do cantor Lucas Lucco. Camille conta que não tem uma rotina de ensaios, apesar dos fãs pedirem os vídeos nas redes sociais. 

– Em 2019, a dança vai ficar um pouco de escanteio, mas sempre mantendo os passos, até porque as pessoas me cobram nas redes sociais. A dança serviu de aceitação do corpo na minha adolescência e é uma coisa que eu gosto de levar até hoje. 

Além de não pendurar o maiô em 2019, a nadadora tem o plano de colocar o canal do Youtube para funcionar com informações para deficientes, tanto sobre o esporte quanto para ajudar no amor próprio. 

– Quero colocar o canal pra funcionar de verdade para deficientes que têm pouca informação. O meu Instagram também envolve motivação e eu procuro ajudar quem manda mensagem. 

Foto: Globoesporte.comCamille Rodrigues
Camille Rodrigues

Fonte: Globoesporte.com