Nome de Vanderlei Luxemburgo é especulado para comandar Vasco

03/06/2018 às 11h30 - CLUBE

Gilmar Ferreira @gilmarferreira 
Vasco perdeu para o Botafogo seu terceiro jogo no Brasileiro e preocupa o fato de dois deles terem sido com o mando. Afinal, é ruim não ter o fator casa como diferencial positivo. Mas pior ainda é ter ficado sem técnico. Zé Ricardo cansou das mazelas e optou por voltar à vitrine. 

Percebeu que não acertará um time com jogadores sem recursos técnicos: Erazo, Paulão, Wesley, Rafael Galhardo, Fabrício, Giovani Augusto, Riascos, Rildo, Kelvin. Curiosamente, refugos que ele mesmo aprovou. Coisas que ocorrem em clubes sem dinheiro e um bom executivo na pasta... 

O técnico alegou não se sentir mais apaz de mexer com os jogadores. E o melhor para o clube era a troca no comando. Louvável. Mas impossível não associar o súbito desejo ao fato de o presidente do clube ter vetado a troca de Evander por Lucas Cândido e Marquinhos, do Atlético-MG. 

Zé Ricardo havia feito os contatos iniciais com o clube mineiro na pessoa de Alexandre Galo, executivo do futebol. A negociação foi finalizada por Paulo Pelaipe e depois vetada ao ser apresentada ao presidente Alexandre Campello. Por certo, o técnico sentiu-se desprestigiado. 

O Vasco agora corre atrás de um novo treinador e recomeça a montagem de um time no meio de uma competição. E o nome de Vanderlei Luxemburgo é novamente especulado. Acho que Alexandre Campello, antes, deveria se preocupar em remontar o depto de futebol, que está muito mal gerido. 

Zé Ricardo vai descansar um pouco e analisar as ofertas de Santos, Corinthians e Atlético-MG, que não tardarão a chegar. O jovem treinador não deveria ter saído de São Januário, mas há que se levar em consideração o momento do Vasco. Pelas limitações, dez o que podia ser feito... 

Fonte: Twitter do jornalista Gilmar Ferreira

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario