Os dias melhores chegaram

08/01/2006 às 07h57 - FUTEBOL

Há cerca de dois meses, quando se recuperava de uma lesão muscular na coxa direita que o afastou da reta final do Campeonato Brasileiro, Alex Dias, em entrevista à uma rádio carioca, disse que esperava dos dirigentes a contratação de mais jogadores de qualidade para a temporada de 2006. \"Não quero só o carinho da torcida. Quero títulos\", disse, à época, o atacante.
Pois bem. O presidente do Vasco, Eurico Miranda, embora na ocasião tenha repreendido Alex Dias (\"Jogador, aqui, só cobra salário\", disse o cartola), parece até ter escutado os apelos do atacante, que deixou São Januário após o treino da manhã de ontem animadíssimo com os reforços que chegaram. Para o Pantaneiro, o Vasco tem agora amplas possibilidades de brigar por títulos, e não na parte inferior das tabelas.

- O Vasco é grande, deve sempre buscar títulos. E agora chegaram jogadores de qualidade, como o Fábio Baiano e o Ramon. Por isso, a situação desse ano é muito diferente da do ano passado - disse Alex Dias, visivelmente empolgado.

Na temporada passada, até o futebol de Morais aparecer, o atacante cansou de ter de voltar ao meio-de-campo para buscar as bolas que não chegavam redondas ao ataque. Ainda assim, foi o vice-artilheiro do time em 2005, com 30 gols - Romário fez 31.

Com o setor de criação reforçado, Alex Dias acha que tem tudo para ter um desempenho ainda mais brilhante, embora a artilharia não seja sua preocupação imediata.

- Com o Fábio e o Ramon, vai ficar mais fácil para mim e para o Romário. Temos de iniciar bem o ano para trazer a torcida do Vasco para o nosso lado. Vamos surpreender.

As pessoas mais chegadas a Alex Dias percebem logo que o astral do jogador está lá em cima. O procurador do atacante, João Rodrigues Cocar, que passou a última semana no Rio, confessou que Alex, mesmo aos 33 anos, está otimista e esperançoso em fazer de 2006 o seu ano.

- O Alex é apaixonado pela torcida do Vasco. Ele sempre comentou que não é qualquer proposta que o tiraria de São Januário. O casamento dele com o clube foi perfeito. Ele até disse para mim: \"Minha responsabilidade será ainda maior com esse time. O Ramon joga a bola onde quer. Parece que faz com as mãos.\"

Alex Dias lamenta, apenas, o pouco tempo que o time tem para realizar a pré-temporada. Não é nada, porém, que tire o entusiasmo.

- Ficar 100% para a estréia é difícil. Mas a motivação é grande para que a gente conquiste as vitórias no início de temporada - encerrou.

Fonte: Lance