Imprensa

Os motivos para Rafael Paiva seguir no comando do Vasco

A cada rodada que passa, a continuidade de Rafael Paiva como técnico do Vasco é mais concreta. O treinador, que assumiu de forma interina, tem apoio de todos os lados no clube para ser mantido como efetivo até o final da temporada.

E os motivos para mantê-lo vão além do desempenho nos jogos em que foi o comandante. O apoio do elenco é fundamental para Paiva ser visto com bons olhos por todos no departamento de futebol. Além disso, o técnico tem mostrado um ótimo conhecimento da peças que tem em mãos.

A falta de experiência de Rafael Paiva é o único motivo que pesam contra. Em caso de queda de rendimento, a diretoria sabe que a pressão vai aumentar substancialmente, uma vez que o técnico ainda passa desconfiança para alguns torcedores por ser jovem.

Por isso, o plano do Vasco, por enquanto, é manter o treinador de “forma interina”, sem anunciar sua efetivação. Certo é que o elenco vascaíno é a favor da manutenção do jovem treinador.

“Gostaria de ressaltar algo muito importante. Ouvi muito dizer que Vasco não tem treinador, mas sim, tem um treinador e se chama (Rafael) Paiva. Temos que respeitar, por mais que tenha subido da base. Hoje ele é o treinador do Vasco”, disse o zagueiro Maicon em maio, quando comandou a equipe pela primeira vez diante do Fortaleza, pela Copa do Brasil.

Números que agradam

Dos 17 pontos conquistados pelo Vasco no Brasileiro até aqui, 13 foram com o treinador. Com Rafael Paiva são quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Os dois revezes, inclusive, foram em partidas que o Cruzmaltino teve um jogador a menos.

Além disso, ele foi o responsável por comandar o Vasco nos dois jogos diante do Fortaleza, pela Copa do Brasil, com dois empates e classificação nos pênaltis. Depois disso, entregou o cargo para Álvaro Pacheco, que ficou somente quatro jogos no comando e foi demitido.

“A gente tenta sempre uma estrutura em que a gente consiga jogar, mas muito em cima do que o adversário nos passa. Tento passar aos atletas para não ficarmos presos na estrutura de jogo, o que eu cobro deles é a função. Alguns jogadores estão testando em lugares do campo, e o grupo tem respondido bem. Alguns jogadores fora de posição, mas cumprindo função. Isso é o mais importante. Saber defender, balançar, qual espaço atacar... Tem sido em cima disso a nossa construção. Ter clareza sobre o que fazer com a bola, sem a bola, independentemente da estrutura”, explicou o técnico ao ser perguntado sobre sua forma de jogo.

O Vasco encara nesta quarta-feira (10), o Corinthians, em São Januário, pela 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, às 19h (de Brasília).

Fonte: Itatiaia
  • Quarta-feira, 10/07/2024 às 19h00
    Vasco Vasco 2
    Corinthians Corinthians 0
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Quarta-feira, 17/07/2024 às 19h00
    Vasco Vasco
    Atlético Goianiense Atlético Goianiense
    Campeonato Brasileiro - Série A Estádio Antônio Accioly
  • Domingo, 21/07/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Atlético Mineiro Atlético Mineiro
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena MRV
  • A definir
    Vasco Vasco
    Grêmio Grêmio
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Cuiabá Cuiabá
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir