Presidente do Atlético-MG afirma que quer bater número de sócios do Vasco

25/12/2019 às 08h21 - FUTEBOL

Desde 2011, antes de o Mineirão fechar para as reformas para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, o Atlético não jogava tanto no Gigante da Pampulha. O estádio foi a casa alvinegro em 11 compromissos em 2019 - mesmo número de oito anos antes. Para 2020, o torcedor atleticano pode esperar ir ainda mais vezes ao maior palco de Minas. Essa é a palavra do presidente Sérgio Sette Câmara, que também almeja alcançar o maior número de sócios-torcedores no país.

De acordo com o dirigente, uma coisa está ligada à outra. O clube pretende adequar e lançar um novo programa de sócios. Com o aumento no quadro, seria inviável seguir mandando seus jogos no Independência, que tem capacidade de menos da metade do Mineirão. Outro ponto que é interessante à administração do estádio, ainda segundo Sette Câmara, é o fato de que, com a queda do Cruzeiro para a Segunda Divisão nacional, o Atlético é o único clube de Minas na Série A do Campeonato Brasileiro.

“Vamos jogar no Mineirão sim, porque queremos lançar o novo sócio-torcedor. Em outro estádio isso não funcionaria muito bem. Vamos negociar com o Mineirão. O Atlético é o único time da Série A, e isso interessa a eles (Minas Arena)”, disse em entrevista à Rádio da Massa.

Sérgio Sette Câmara afirmou que o Atlético planeja ter maior número de sócios no país (Foto: Bruno Cantini/Atlético)

O dirigente atleticano revelou que já procurou o presidente do Vasco, Alexandre Campello, para entender as mudanças que levaram o clube carioca ao avanço de 31 para 185 mil sócios-torcedores em menos de um mês. A nova base - a maior do Brasil, ultrapassando os 135 mil do rival Flamengo - elevou as receitas cruz-maltinas em quase R$ 3 milhões. Para 2020, o orçamento vascaíno prevê que os planos devem arrecadar mais de R$ 40 milhões.

Sette Câmara admitiu que a intenção é de copiar pontos que possam chamar atenção dos torcedores ao programa. “Liguei para o presidente do Vasco para saber como fizeram por lá. Na vida é assim, temos que ter humildade de copiar aquilo que está funcionando. Vamos bater esse número do Vasco”, afirmou.

Black Friday vascaína

A promoção feita pelo Vasco elevou o número de sócios-torcedores do clube de 31 para 185 mil. A ação na Black Friday - estendida e mantida até hoje - concede descontos de 50% em todos os planos de programa nos seis primeiros meses da assinatura e contou com a mobilização de torcida organizada, além da propaganda de jogadores do elenco, artistas e ex-atletas vascaínos.

Fonte: Superesportes