Futebol

Presidente do Inter Miami, David Beckham por pouco não enfrentou o Vasco

Próximo adversário do Vasco nos Estados Unidos, o Inter Miami tem como presidente um personagem que cruzou, ou melhor, quase cruzou o caminho dos brasileiros no Mundial de Clubes de 2000. Esta é a história do dia em que David Beckham por pouco não enfrentou o time carioca.

Sócio-proprietário do clube americano, o ex-meia jogava pelo Manchester United quando a equipe inglesa foi derrotada pelo Vasco, há 23 anos, no Maracanã. O astro do futebol mundial, porém, não entrou em campo porque havia sido expulso na partida anterior.

Neste sábado, às 21h30 (de Brasília), as histórias de Vasco e Beckham se cruzam novamente. Em pré-temporada nos Estados Unidos, o time brasileiro vai enfrentar o Inter Miami, dirigido pelo ex-meia.

A estreia (para esquecer) de Beckham no Brasil

David Beckham estreou pelo time profissional do Manchester United em 1992 e seguiu no clube até 2003. Nos 11 anos atuando pela equipe inglesa, conquistou seis títulos da Premier League e um da Copa da Europa. Das 383 partidas que jogou com a camisa do United, duas aconteceram no Brasil.

Mas a passagem do astro inglês pelo Rio de Janeiro não rendeu boas lembranças. O Manchester United ficou no Grupo B, que também tinha Vasco, Necaxa (México) e South Melbourne (Austrália). A equipe do icônico treinador Alex Ferguson chegou ao Brasil como favorita ao título do Mundial. Afinal, era o clube mais rico do mundo. Mas em campo a história foi outra.

A estreia dos ingleses foi contra o Necaxa, no dia 6 de janeiro de 2000. Jogo que impediu o meia de entrar no caminho do Vasco dois dias depois. O time mexicano abriu o placar aos 14 minutos e jogou um balde de água fria nos planos do United, que acabou prejudicado por um de seus principais jogadores aos 42 minutos da primeira etapa. Beckham foi expulso após entrada violenta em Miliam.

Na ocasião, o jornal "O Globo" publicou a imagem da falta, descrevendo-a como um "novo lance de deslealdade e temperamentalismo" de David Beckham. Dois anos antes, na Copa do Mundo de 1998, o inglês também havia sido expulso nas oitavas de final contra a Argentina. O meia já deu algumas entrevistas admitindo que aquela expulsão é seu maior arrependimento como jogador.

No segundo tempo, o Necaxa ainda perdeu a chance de ampliar em cobrança de pênalti. O United também desperdiçou uma penalidade com Yorke, que depois se redimiu ao marcar o gol de empate.

- O todo-poderoso Manchester United, o clube mais rico do mundo, considerado um dos favoritos, suou para empatar com o Necaxa, do México - destacou a reportagem.

Vasco passa fácil pelo Manchester United

O empate difícil contra o Necaxa e a expulsão de Beckham deixaram os ânimos aflorados no United. O técnico Alex Ferguson colocou a culpa na arbitragem e no calor.

- Nos primeiros 20 minutos, tivemos muitos problemas com o calor. É só ver que, no segundo tempo, quando o sol baixou, fomos sensacionais. Contra o Vasco, teremos de nos superar e correr mais ainda. Acho que o juiz argentino foi muito rigoroso. Beckham não teve a intenção de machucar ninguém. Perdemos nosso principal jogador, infelizmente no jogo mais importante - declarou Ferguson após o empate com o Necaxa.

Convidado para o Mundial de Clubes em razão do título da Libertadores de 1998, o Vasco também tinha em seu elenco grandes estrelas, e elas brilharam no segundo jogo da fase de grupos. Com dois gols de Romário e um de Edmundo, o time venceu o Manchester United por 3 a 1 - Nicky Butt diminuiu para os ingleses. Antes a equipe carioca já havia derrotado o South Melbourne por 2 a 0, com gols de Felipe e Edmundo.

Destaque do Vasco, Edmundo também era conhecido pelo comportamento temperamental e, muitas vezes, polêmico. O perfil explosivo do ídolo vascaíno foi comparado ao de Beckham em matéria do "O Globo" após a expulsão do astro inglês no Maracanã.

Veja as escalações dos dois times naquele jogo:

Vasco: Helton, Jorginho (Paulo Miranda), Mauro Galvão, Junior Baiano, Gilberton, Amaral, Juninho Pernambucano (Alex Oliveira), Ramón (Nasa), Felipe, Edmundo e Romário.

Manchester United: Mark Bosnich, Gary Neville, Phil Neville, Jaap Stam (Jordi Cruyff), Mikael Silvestre, Denis Irwin, Roy Keane, Nicky Butt, Dwight Yorke, Ole Gunnar Solskjær (Teddy Sheringham) e Ryan Giggs (Quinton Fortune).

Uma curiosidade é que todo o time titular do Vasco era formado por brasileiros. No United havia apenas três ingleses na equipe principal.

Beckham sai do Brasil sem brilhar

O United chegou à rodada final da fase de grupos eliminado e, mais uma vez, fez partida sem sal. Até venceu o South Melbourne por 2 a 0, mas deixou o Mundial de Clubes devendo uma apresentação mais consistente para os fãs que acompanharam a equipe no Maracanã.

David Beckham começou a partida no banco de reservas. Ao ir para o aquecimento no segundo tempo foi intimidado por torcedores do Vasco que chegavam ao estádio para o jogo do time contra o Necaxa - vitória vascaína por 2 a 1 com gols de Odvan e Romário. O meia, porém, não salvou o United de uma partida monótona, como definiu o "O Globo".

- Com a pose de sempre e o futebol que só inglês viu, Beckham não foi capaz de melhorar o nível do patético espetáculo no Maracanã - ressaltou a publicação.

Se não teve pompa dentro de campo, fora das quatro linhas o astro chamou atenção em sua passagem pelo Brasil. Após a eliminação, Beckham recebeu crianças da Federação das Associações das Favela do Rio em um treino do United e presenteou uma delas com sua camisa.

O Manchester United terminou a competição com quatro pontos, mesma pontuação do Necaxa. O time mexicano, no entanto, tinha um gol a mais de saldo e terminou na vice-liderança do grupo. Na briga pelo terceiro lugar, o Necaxa surpreendeu novamente e venceu o Real Madrid nos pênaltis.

Líder do Grupo B, o Vasco enfrentou o Corinthians na final. As equipes brasileiras empataram em 0 a 0 no tempo regulamentar, mas o time paulista ficou com a taça ao vencer por 4 a 3 nos pênaltis.

Dono do próximo adversário do Vasco

Depois do Manchester United, Beckham teve passagens longas e marcantes pelo Real Madrid e pelo LA Galaxy, dos Estados Unidos. Jogou ainda por Milan e PSG antes de pendurar as chuteiras.

David Beckham encerrou a carreira como jogador, mas não se afastou dos gramados. Em 2014, a MLS - principal liga de futebol nos EUA - anunciou que o ex-jogador compraria um time. Quando assinou com o LA Galaxy em 2007, a possibilidade de ele se tornar um dono de clube quando se aposentasse foi colocada em contrato. O Inter Miami foi fundado quatro anos depois, em 2018, e disputou as últimas três temporadas da MLS.

O Vasco, inclusive, tem utilizado as instalações do Inter Miami em sua passagem pela Flórida. Antes do primeiro amistoso, contra o River Plate, o time treinou no CT do clube americano, em Fort Lauderdale. São seis campos de medidas oficiais e grama natural espalhados por uma área de 50 mil m². O CT fica ao lado do Drive Pink Stadium, que será o palco do amistoso entre as equipes.

Fonte: ge
  • Segunda-feira, 30/01/2023 às 20h00
    Vasco Vasco 1
    Volta Redonda Volta Redonda 2
    Taça Guanabara Kleber Andrade
  • Quinta-feira, 02/02/2023 às 19h00
    Vasco Vasco
    Resende Resende
    Taça Guanabara São Januário
  • Terça-feira, 07/02/2023 às 21h10
    Vasco Vasco
    Nova Iguaçu Nova Iguaçu
    Taça Guanabara Mané Garrincha
  • Domingo, 12/02/2023 às 18h00
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Taça Guanabara Maracanã
  • Quinta-feira, 16/02/2023 às 20h30
    Vasco Vasco
    Botafogo Botafogo
    Taça Guanabara Maracanã
  • (25/02 - Sáb) ou (26/02 - Dom)
    Vasco Vasco
    Boavista Boavista
    Taça Guanabara São Januário
  • Domingo, 05/03/2023 - Horário a definir
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Taça Guanabara Maracanã