Ramon Menezes: "Precisamos evoluir e melhorar, os jogadores sabem disso"

02/07/2020 às 23h03 - FUTEBOL

A vitória por 1 a 0 do Vasco contra o Madureira não foi o bastante. O Volta Redonda venceu o Resende de virada (2 a 1) e eliminou o time vascaíno. O gol do time de São Januário foi de... Cano, sempre e só ele, mas não serviu para o Vasco avançar de fase. O argentino fez o nono gol em 13 jogos pelo Vasco.

Vice-campeão carioca em 2019, o Vasco não se classificou para a semifinal da Taça Rio - já não havia se classificado na Taça Guanabara - e está fora do Campeonato Carioca 2020. Na classificação geral, o Vasco terminou apenas na sétima colocação.

Após a partida, o técnico Ramon concedeu entrevista coletiva virtual, com auxílio da Vasco TV. Ele lembrou que, depois de três semanas de trabalho, o time teve mais dificuldades nesta partida do que na primeira dele (3 a 1 sobre o Macaé). Segundo ele, as dificuldades eram esperadas depois de breve tempo de recuperação entre uma jogo e outro.

- Estou muito feliz dos atletas terem entendido o que pensamos e o que queremos. Falo da ideia de jogo e da mudança de comportamento. O nosso adversário já viu alguma da nossa equipe. Precisamos evoluir e melhorar, os jogadores sabem disso. Para colocar em prática nossa ideia, vamos ter que crescer muito na parte física. Claro, tem a parte técnica e tática - disse Ramon.

O treinador do Vasco viu mais erros na partida contra o Madureira do que contra o Macaé. Lembrou que o Madureira marcou os avanços de Pikachu, fazendo linha de cinco na defesa.

-Toda vez que Yago (Pikachu) fazia projeção pro ataque, Larruso já tava ali para marcá-lo. Ora linha de cinco, ora linha de quatro. No segundo tempo, acho que o time se soltou mais. Fiz algumas substituições. Acho que quem está entrando já entendeu essa ideia. Nosso adversário dificultou muito. Se olhar o jogo passado, o adversário criou uma oportunidade. Hoje já tivemos mais dificuldades, já imprimiram velocidade no contra-ataque. Mas saio satisfeito porque a ideia a gente sente que eles já entenderam e o comportamento também. Agora é trabalhar e precisamos trabalhar muito.

Fonte: GloboEsporte.com