Ramon Menezes tenta ter bom desempenho no comando do Vasco

30/04/2020 às 09h00 - FUTEBOL

Ramon, agora Menezes, foi escolhido como técnico do Vasco para o restante da temporada após o começo ruim de Abel Braga no clube. Ídolo de uma época áurea do Vasco quando comandava a armação, o ex-meia tenta repetir um feito raro no Cruz-Maltino: ter sucesso como jogador e treinador da equipe.

A lista, se aplicado um rigor nos critérios, contempla apenas um nome para isso: Joel Santana. Campeão brasileiro em 1974 quando era zagueiro, foi comandante vascaíno nos títulos do Brasileiro de 2000, assumindo já no mata-mata, e da Copa Mercosul do mesmo ano.

Outros nomes tiveram desempenho melhor como jogador do que Joel Santana, como Mauro Galvão e Jorginho, integrantes do time multicampeão do final dos anos 90, mas ambos não foram tão bem como treinadores.

Mauro Galvão comandou a equipe durante o Brasileiro de 2003, conseguindo uma modesta 17ª posição. Jorginho, por sua vez, fez boa campanha de recuperação em 2015, mas o terrível primeiro turno da equipe acabou determinando que ele pagasse o preço com um rebaixamento no currículo.

O comandante, porém, conseguiu um título carioca no ano seguinte e chegou até a ser chamado de volta em 2018, dessa vez sem boas lembranças. Outro nome relevante da lista é Tita, meia nos anos 80 e treinador na década passada.

Campeão ao lado de Mauro Galvão, Jorginho e outros, Ramon tenta fazer com que sua ligação com o clube dê frutos a curto prazo. Aposta de Alexandre Campello, ele deve iniciar na prática o trabalho assim que for suspensa a quarentena imposta pela pandemia do Covid-19.

Fonte: Goal.com