Está acabando! Black Friday do Gigante clique aqui

Raul valoriza trabalho coletivo no Vasco

02/08/2019 às 13h37 - FUTEBOL

Raul atravessa uma excelente fase e é o grande símbolo da mudança de característica do meio-campo cruzmaltino, que se tornou mais dinâmico e marcador. Desde que Luxemburgo optou pela formação com três volantes, o cearense vem se destacando nos desarmes. Com média de 1,65, o camisa 31 divide com Marrony a liderança no ranking do clube nesse fundamento na temporada. O camisa 31 já executou 48 desarmes em 2019.

- A maioria dos times joga com três volantes hoje em dia, só muda um pouco a formação, algumas jogadas. Nosso time está muito bem, compactado, a gente treina bastante também. O professor pede para estarmos sempre compactados. Estamos trabalhando sério desde o começo do Brasileiro ,mas não jogamos bem em alguns jogos.  Crescemos com a chegada do Luxemburgo, e agora estamos pontuando dentro e fora de casa. Primeiro queríamos sair da zona da confusão, agora vamos a cada jogo tentando conquistar as vitórias - afirmou o cearense.

Embora tenha sido escala pelo técnico Vanderlei Luxemburgo entre os titulares nas últimas partidas do Campeonato Brasileiro, Raul não se sente absoluto dentro do clube de São Januário. Na avaliação do jogador de 23 anos, o Gigante da Colina está muito bem servido na posição e todos possuem capacidade de brigar por um lugar no time. A concorrência é vista com bons olhos pelo volante.

- Eu penso muito no grupo. Futebol é coletivo. Sabemos que acontece rodízio, joga quem está melhor. O professor acredita no meu trabalho, no meu potencial, e venho fazendo o meu melhor no dia a dia. Pouco visto, mas dentro da função tática, do planejamento, acredito que faço um bom trabalho. Venho sempre mantendo a regularidade. Sou um cara que gosta de ajudar meus companheiros - declarou Raul, avaliando por fim sua função dentro da equipe do Vasco, minimizando, inclusive, a necessidade de balançar as redes.

- O professor optou por me jogar um pouco mais para a frente. Tenho força física, ajudo na marcação, também. Acho que isso está ajudando no meu crescimento. Aqui sempre joguei mais como primeiro volante, sempre mais atrás, dando suporte para a defesa, fechando linhas. Fazemos muito trabalho defensivo. Somos muito cobrados ali atrás. Agora venho tendo liberdade. Isso é muito bom. Acho que todo atleta gosta de fazer gol, mas não tenho meta de gols. Como disse, o primeiro objetivo é ajudar o time - finalizou o camisa 31.

Fonte: Site oficial do Vasco