Renato Gaúcho cobra postura ofensiva do Vasco

05/06/2006 às 17h08 - FUTEBOL

Nem mesmo depois de derrotar o Santa Cruz no último domingo por 2 a 1 e pôr um fim ao jejum de seis jogos sem vitórias, o técnico Renato Gaúcho poupou seus jogadores de novas críticas. Cobrando uma postura mais ofensiva do elenco nos jogos em São Januário, o treinador promete trazer um presente inusitado ao grupo de sua estadia em Natal (RN), onde passará a semana de folga concedida ao elenco com a paralisação do Campeonato Brasileiro.
\"Talvez compre um despertador para cada um. A equipe ficou sonolenta mais uma vez. Contra o Corinthians, sofremos a virada. Contra o Botafogo, levamos de quatro. Ou o time acorda com o despertador ou do meu jeito\", criticou Renato, deixando o recado óbvio para os jogadores. \"Se tem gente aqui que se acha dono da posição, está muito enganado. Se for preciso, mexerei no time.\"

Para o treinador, a fragilidade do adversário foi fundamental para que se alcançasse a vitória, pois dificilmente o Vasco conseguiria os três pontos atuando tão mal. \"Não estivemos bem, mas conseguimos uma coisa: ganhar o jogo. Realmente, não gostei da equipe, que desperdiçou muitas chances. No segundo tempo, os jogadores pensaram estar num shopping. Eu treino, repito, mostro, peço... Parece que, às vezes, eles se acomodam\", disse.

O meia Morais reconheceu que o time atuou abaixo do que poderia, mas aproveitou para ressaltar a tranquilidade mostrada pelos jogadores para buscar o resultado positivo em São Januário. \"O mais importante eram os três pontos. Sei que não atuamos bem, mas não existe partida fácil neste Brasileiro. O Santa Cruz veio desesperado e os jogadores chegaram ao limite deles no jogo. Foi um jogo onde tivemos que ter muita paciência. Mas jogamos com muita vontade, fato que nos ajudou a conseguir esses três pontos.\"

O elenco ganhou folga após o jogo com o Santa Cruz e só deve se reapresentar na próxima segunda-feira, quando inicia uma intertemporada.

Fonte: Gazeta Esportiva.net