Renato Gaúcho critica Alex Dias por saída tumultuada do Vasco

03/02/2006 às 15h53 - FUTEBOL

Sem papas na língua na época em que era jogador, Renato Gaúcho parece ter mantido a mesma característica agora que vem trabalhando como treinador. Por isso, ele não ficou calado ao ouvir as críticas de Alex Dias, de que nunca teria pedido para não entrar em campo contra o Friburguense.
Renato garante ter testemunhas que presenciaram a conversa na qual o Pantaneiro solicitou que ficasse de fora da partida: o vice de futebol José Luiz Moreira e o supervisor Nilson Gonçalves. Além disso, o treinador aproveitou para chamar Alex Dias de traidor.

\"Se ele (Alex Dias) falou outra coisa, não está sendo homem. Eu assumo o que falo, mas ele já tinha apunhalado todo mundo aqui pelas costas, a mim, ao Romário, ao grupo, ao presidente\", bradou Renato. \"Mas não, (Alex) só pensou nele. Fui quase um pai para ele. Comprei o barulho dele quando ele entrou na Justiça. Fiz o meio-campo com a diretoria, pedi para a torcida apoiá-lo. Mas tudo bem. Boa sorte a ele no São Paulo\", completou.

A maior preocupação de Renato Gaúcho, no entanto, não é mais com Alex Dias. O técnico está consciente de que sua equipe não vem repetindo o futebol apresentado no final do ano passado, quando escapou do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e ainda assegurou sua classificação para a Copa Sul-americana. \"Realmente temos alguns jogadores que estão tecnicamente abaixo do que fizeram ano passado. Não têm motivos para não voltarem a fazer o que fizeram em 2005. Tenho certeza que eles vão se acertar e nós vamos fazer um grande ano\", afirmou.

Remanescente do elenco do ano passado, o meia Róbson Luiz espera estar em condições de ser escalado por Renato Gaúcho no dia 15, quando o Vasco enfrenta o Botafogo-PB, na estréia da Copa do Brasil. O jogador vinha se dedicando apenas à preparação física neste início de temporada. \"Estava com uma diferença grande de uma perna para outra, ainda devido à grave lesão que tive há um ano e meio. Passei por esse trabalho de musculação e agora já voltei a treinar com bola. Espero já estar em campo na estréia da Copa do Brasil\", comentou.

Róbson Luiz chegou a estar ameaçado de ser dispensado no final do ano passado, mas acabou convencendo a diretoria e a comissão técnica a lhe darem mais uma oportunidade. Com a saída de Alex Dias, Róbson também passa a ser uma opção para atuar ao lado de Romário.

Nesta sexta-feira, o grupo treinou pela manhã em São Januário, quando Renato Gaúcho comandou um recreativo, seguido por um trabalho físico. O atacante Romário não apareceu no clube, como é de costume quando o treino é realizado pela manhã.

Fonte: Gazeta Esportiva.net