Rival: Corinthians fala em 'guerra' contra o Vasco

15/11/2018 às 08h14 - FUTEBOL

Uma guerra. Foi desse jeito que o meia Danilo tratou o confronto do Corinthians com o Vasco no próximo sábado, em Itaquera. Depois de o Cruzeiro derrotar o time alvinegro por 1 a 0 no Mineirão, o experiente jogador afirmou que é preciso ter tranquilidade diante da situação da equipe no Brasileirão.

"Faz parte do futebol. Do mesmo jeito que estávamos em boa fase no ano passado, de ser campeão, agora estamos lá embaixo, no bolo. Agora é ter tranquilidade, descansar, porque sábado é uma guerra. Uma guerra em casa, com um concorrente direto. Temos que ir para cima para conseguir a vitória desde o início.

Danilo afirmou que a campanha do Corinthians não traz preocupação, mas admitiu que o time corre riscos de rebaixamento. Já Cássio pediu o apoio da torcida e também tratou o jogo contra o Vasco como uma final.

"A gente não tem que se preocupar. Lógico que a gente corre o risco, mas temos que pensar em ganhar e que não vamos cair. Nesse momento, o que falamos lá dentro [do vestiário], é pensamento positivo. Temos que ter tranquilidade. Temos muitos jogadores novos que talvez não passaram por isso, mas nós mais velhos sabemos que o futebol é assim. Temos que ter força e tranquilidade para sair dessa situação", disse Danilo.

"Temos que nos unir, chamar a torcida para fazer um caldeirão no sábado. Para empurrar o time, que a gente possa ganhar um confronto direto. Se conseguirmos uma vitória contra o Vasco nos dá, não tranquilidade porque ainda não estaremos fora [do risco], mas a gente precisa. Precisamos fazer um grande jogo, tentar sair dessa situação incômoda", afirmou Cássio.

Com a derrota para o Cruzeiro, o Corinthians estacionou nos 40 pontos, mas manteve a 13ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro. Depois do Vasco em casa, a equipe enfrenta o Atlético-PR fora. Os últimos dois adversários são a Chapecoense em Itaquera e o Grêmio em Porto Alegre.

Foto: Felipe Schmidt Alberto Valentim, durante treino do Vasco
Alberto Valentim, durante treino do Vasco

Fonte: UOL Esporte

Especulação

Especulado

Você aprova a contratação de Guerra?

Especulações Mercado