RIVAL: Técnico do Botafogo não garante a escalação de Dodô e Pena contra o V

16/01/2006 às 13h55 - FUTEBOL

O técnico do Botafogo, Carlos Roberto, mostrou satisfação com a vitória de 3 a 0 na estréia sobre o Friburguense. Empolgado, o técnico já pensa nas duas próximas partidas, quarta-feira contra o Madureira, às 16h, em Conselheiro Galvão, e domingo, contra o Vasco, no Maracanã.

Para a partida contra o tricolor suburbano, o treinador está preocupado com o calor e o desgaste que a equipe terá por jogar às 16h no horário de verão. \"Teremos um desgaste físico muito grande. O jogo será difícil pois o Maduereira vem treinando há muito tempo e está melhor fisicamente. Mas apesar de tudo estamos otmistas\", disse Carlos Roberto em entrevista à Rádio Brasil.

O treinador ganhou mais um reforço neste domingo. \"O Pena é um jogador muito bom, forte e que teve uma pasasagem muito boa pelo Palmeiras. É um grande reforço\", elogiou Carlos Roberto para depois falar da possibilidade de escalar Pena e Dodô no ataque no clássico de domingo contra o Vasco. \"Vamos com calma. Quero ver o desempenho deles durante a semana\", explicou.

Sobre a vitória na estréia, Carlos Roberto destacou a parte tática mostrada pela equipe. \"O time jogou com inteligência, preencheu bem os espaços e conduziu o jogo como queria, com personalidade. Souberam tocar a bola no segundo tempo quando o ritmo caiu um pouco. A gente espera que o time vá subindo de produção gradativamente. Queremos ganhar todos os jogos, não é uma tarefa muito fácil, mas estamos focados nisso. Queremos a Taça Guanabara\", declarou.

Por fim, o técnico comemorou as opções que têm no elenco, já que perdeu os dois laterais titulares (Ruy e Lira) às vésperas da partida. \"A documentação do Lira não chegou e no dia do jogo perdemos o Ruy, gripado. O Nenem e o Bill entraram muito bem. Os dois ainda estão em busca de uma melhor condição física, mas foram bem\", finalizou.

Fonte: O Dia