Roberto: segurança no gol do Vasco

04/01/2006 às 15h13 - FUTEBOL

Escutar a torcida do Vasco gritar o nome Roberto na arquibancada parece nostalgia. O coro sai fácil, afinal foram mais de 20 anos clamando pelo grande ídolo do clube. Nesta época, Roberto Volpato Netto era criança na pequena Orleans, cidade do interior de Santa Catarina, de apenas 20 mil habitantes. Mas já mostrava, com orgulho, seu time do coração (foto).

Roberto cresceu em uma família dividida. Metade vascaína, metade rubro-negra. Por isso, um de seus tios rapidamente comprou um presente especial: uma camisa cruzmaltina. O sonho de jogar no Vasco aconteceu em julho de 2005, quando o goleiro foi emprestado pelo Criciúma.

E, rapidamente, já assumiu a condição de titular. O time foi goleado pelo Atlético-PR por 7 a 2 e Elinton acabou barrado. A estréia foi na vitória de 3 a 2 sobre o São Caetano, pelo Campeonato Brasileiro.

Roberto terminou com o troca-troca de goleiros no Vasco. Após a saída de Fábio, o clube testou sete jogadores na posição sem sucesso: Márcio, Tadic, Everton, Cássio, Fabiano Borges, Erivélton e Elinton. Mas com carisma, sorte e atuações seguras, Roberto logo virou o dono da camisa 1.

Com um estilo diferente, o goleiro comemora cada defesa como um gol. Vibra, chega até a dar socos no ar. E grita, grita, grita... com os companheiros. Sempre orientando sobre a marcação. Além disso, Roberto mostra ter sorte. A torcida do Vasco já se acostumou com a bola batendo na trave ou passando muito perto da trave. Isso sem falar nos pênaltis. Dos sete em 2005, quatro não entraram.

Aos 26 anos, Roberto começou no Criciúma. Em 2002, foi emprestado ao Moreinense, time da primeira divisão de Portugal. Com boas atuações, foi eleito o segundo melhor goleiro do Campeonato Português. Logo, Roberto \"Tigrão\", apelido que ganhou em terras lusitanas devido à ligação com o Criciúma (Tigre é considerado o mascote do Criciúma), também atuou pelo Vitória de Setúbal-POR. Em 2006, o Vasco adquiriu 50% dos direitos federativos do goleiro junto ao Criciúma.

Fora de campo, Roberto faz faculdade de Educação Física e gosta de praticar tiro em clubes profissionais.

Ficha técnica
Nome: Roberto Volpato Neto
Posição: goleiro
Nascimento: 01/07/1979, em Orleans (SC)
Peso: 91kg
Altura: 1,93m
Clubes: Criciúma-SC (1999-2002 e 2004-2005); Moreinense-POR (2002); Vitória de Setúbal-POR (2003-2004) e Vasco (desde 2005)

Pelo Vasco
Jogos: 28 (até Vasco 3 x 0 Paraná, em 04/12/2005)
Gols sofridos: 46 (até Vasco 3 x 0 Paraná, em 04/12/2005)
Contrato: Até janeiro de 2009

Fonte: GloboEsporte.com