Rodrigo Maia sustenta ideia de caducar MP do Mandante

08/10/2020 às 08h07 - FUTEBOL

A pressão dos últimos dias não surtiu efeito. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não pretende colocar a Medida Provisória 984 - "do Mandante" - em votação, mesmo após pedidos e comunicados distribuídos pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pelos clubes interessados, como Flamengo, Bahia, Vasco, Athletico Paranaense e Palmeiras. A informação foi confirmada à De Primeira por interlocutores de Brasília ligados diretamente ao assunto.

Para que o texto fosse apreciado, o líder do congresso deveria levar a MP para apreciação no plenário até a próxima semana. No entanto, segue firme na ideia de deixar a pauta "caducar". O polêmico despacho foi feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em 18 de junho passado. Ele teve validade de 60 dias e, depois, foi prorrogado pelo mesmo período. A votação sobre o tema tem até o dia 17 deste mês para ocorrer. Pela vontade de Maia até o momento, no entanto, isso não ocorrerá.

Fonte: UOL Esporte