Clube

Salgado sobre dívida: " É muito grande, mas é plenamente administrável"

13

Em campo, o Vasco segue na luta contra o rebaixamento na reta final do Campeonato Brasileiro. Fora das quatro linhas, o clube atravessa um momento delicado financeiramente, com dívida de R$ 720 milhões.

O valor foi confirmado pelo presidente Jorge Salgado. Em entrevista ao canal ‘Atenção Vascaínos’, ele deu detalhes do rombo que encontrou ao assumir.

“Hoje o nosso clube está fragilizado financeiramente. Para você ter uma ideia, acabei de ter números de balanço no final da tarde. Saímos de R$ 610 milhões para R$ 720 milhões. É um déficit de mais ou menos R$ 100 milhões num ano. Vou ter que primeiro arrumar a casa e ao mesmo tempo tentar arrumar um time melhor para esse torcedor apaixonado”, disse Salgado, prometendo muito foco enquanto estiver à frente do Vasco.

“Prometo à nossa grande torcida, muito trabalho, começar arrumar o clube financeiramente para ele deixar de ser um participante e se tornar um protagonista. Mas isso não é feito da noite para o dia. Estou mapeando todas as fragilidades. Estou há menos de um mês, mas paguei dois salários da gestão anterior, outubro e novembro”, completou.

Neste tempo, Salgado acredita em uma retomada. Apesar do montante, ele trabalha com a ideia de tentar reduzir pela metade a dívida do clube para ter um alívio financeiro.mais! A ESPN tem o melhor do esporte ao vivo, muito debate e vídeos exclusivos. Clique aqui e programe-se!

“(A dívida) É muito grande, mas é plenamente administrável. Apostaria que chegaremos ao final do mandato com a dívida saindo de R$ 700 para R$ 350 milhões ou R$ 400 milhões. E com um faturamento saindo de R$ 200 milhões para R$ 300 milhões, R$ 350 milhões. Trabalhando com esses números, conseguimos montar um time competitivo”, explicou.

Dentro das quatro linhas, o Vasco aposta em Vanderlei Luxemburgo para deixar o clube na elite na próxima temporada. E o treinador conta com o respaldo de Salgado.

De acordo com o presidente, o objetivo é continuar com Luxa por um longo tempo. Segundo ele, se pudesse, a intenção era reestruturar o Vasco para que, com o comandante, a equipe buscasse os principais títulos possíveis.

“Se eu pudesse, não fixava, eu falava: ‘Diria Vanderlei, não quero dois anos. Quero cinco anos. Quero ganhar Carioca, Brasileiro, Libertadores, Copa do Brasil, tudo com você’. Eu quero é ganhar”, disse Salgado, para finalizar.

“Vanderlei revela um carinho muito grande pelo Vasco e tem o entendimento da grandeza do Vasco e da camisa que o clube tem. Ele enfatiza isso e entende isso. O Vanderlei consegue transmitir isso e quase em todas as entrevistas ele fala sobre isso. Gostaria que ele ficasse dois ou três anos no Vasco”, concluiu.

Fonte: ESPN Brasil