Se G-6 virar G-9, Vasco pode sonhar com vaga na Libertadores 2019

26/10/2018 às 10h41 - FUTEBOL

A oito rodadas do fim, o Campeonato Brasileiro pode ter até um G-9 para definir os classificados à Copa Libertadores de 2019, algo que possibilita clubes como Bahia (décimo no torneio), Corinthians (11º) e Botafogo (12º) sonharem.

Vale lembrar que, pelo regulamento, apenas os seis primeiros (por isso G-6) obtêm vaga na competição continental. E os clubes citados acimam estão bem distantes da pontuação do G-6. Só teriam realmente uma chance caso ocorra um G-9.

No entanto, para que o Nacional premie os nove primeiros é preciso que aconteçam três combinações.

PRIMEIRA: SUCESSO NA LIBERTADORES

A primeira delas é que Grêmio ou Palmeiras conquistem a atual edição da Copa Libertadores. Hoje, eles estão na fase semifinal do torneio e fazem parte do G-6 do Brasileiro -- o time alviverde lidera, com 62 pontos, enquanto a equipe tricolor é a quinta, com 52.

No torneio continental, o Grêmio está melhor. Derrotou o River Plate por 1 a 0, em Buenos Aires, na terça-feira passada. Já o Palmeiras terá de reverter uma diferença importante porque foi derrotado pelo Boca Juniors por 2 a 0, na Argentina, na última quarta.

Caso um deles seja campeão da Libertadores, o Brasileiro passaria a ter um G-7.

SEGUNDA: CRUZEIRO ENTRE OS 7

Para o Brasileiro virar G-8, o Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil e já classificado para a Libertadores de 2019, teria de terminar o Nacional entre os sete primeiros. Esses dois cenários beneficiariam o Santos, hoje sétimo na tabela.

Vale citar que o time cruzeirense ocupa a décima posição com 40 pontos, três a menos que os santistas.

TERCEIRA: CAMPEÃO NA SUl-AMERICANA

Para ter um G-9, o Campeonato Brasileiro precisa que Atlético-PR ou Fluminense conquistem a Copa Sul-Americana, torneio em que estão na fase de quartas de final, enquanto no Nacional ocupam o oitavo e o nono lugar, respectivamente, com 40 pontos.

Na Sul-Americana, o Atlético-PR receberá o Bahia, em Curitiba, no próximo dia 31 de outubro jogando por um empate para avançar para a semifinal (venceu por 1 a 0, em Salvador). Já o Fluminense precisa vencer o Nacional, do Uruguai, por qualquer placar em Montevidéu ou empatar por mais de dois gols para se classificar. No jogo realizado no Rio de Janeiro, os times empataram por 1 a 1.

A semifinal pode ser entre Atlético-PR e Fluminense, o que deixará apenas um deles em condições de ser campeão sul-americano.

Em caso de título continental, o vencedor teria de permanecer entre os oito primeiros (com os cenários já citamos acima) para existir um G-9 no Campeonato Brasileiro.

OS QUE SONHAM

Caso realmente existem nove vagas para a próxima Copa Libertadores, o trio Bahia (décimo no Brasileiro, com 37 pontos), Corinthians (11º, com 36) e Botafogo (12º, com 35) vão disputar entre si. Ceará e Vasco, ambos com 34, também pode sonhar.

O atual nono colocado é o Fluminense com 40.

Uma prova que o cenário acima não é tão impossível é a edição do ano passado do Brasileiro. O torneio passou de G-6 para G-8 graças a presença de Grêmio (quarto e campeão da Libertadores) e Cruzeiro (quinto e campeão da Copa do Brasil) no G-6.

Foto: Globoesporte.com Valentim
Valentim

Fonte: ESPN Brasil