Se não bobeasse, Vasco teria "vida tranquila"

27/05/2019 às 08h09 - FUTEBOL

O Vasco levou um gol do Fortaleza aos 42 do segundo tempo e deixou o Castelão, na noite de ontem (26),com um empate de gosto amargo. O roteiro, no entanto, não é novidade para o Gigante da Colina nesta edição do Campeonato Brasileiro. Devido aos gols sofridos nos minutos finais, a equipe carioca deixou de conquistar cinco pontos no torneio.

No duelo contra o Tricolor de Aço, a partida foi equilibrada do começo ao fim, mas o Vasco abriu o placar com Pikachu, de pênalti, na metade do segundo tempo. Contudo, quando tentava parar o ímpeto do adversário, Osvaldo atraiu a marcação pelo lado esquerdo e tocou para Romarinho, que descolou de Lucas Mineiro para ter tempo de ajeitar e acertar o canto de Sidão.

VEJA TAMBÉM

Werley lamenta empate, mas vê evolução do Vasco e diz: "Vai dar tudo certo"

O que falta para o Vasco assinar contrato por novo CT

A falha defensiva pode ser considerada um novo episódio de "falta de malandragem" do time, termo utilizado por Vanderlei Luxemburgo após sofrer empate do Avaí aos 49 da segunda etapa, no penúltimo jogo do Vasco na competição.

"É preciso ser malandro no futebol. Malandro no bom sentido. Tem que furar a bola. Não é proibido fazer a falta. A falta existe dentro do jogo. É algo que você pode usar no fim do jogo. Eles tiveram uma supremacia. Criamos muito pouco e empataram no finzinho. Esse que é o problema. No fim, não tem mais jogo. É preciso aprender a ganhar o jogo", afirmou na ocasião.

Outro jogo em que o Vasco perdeu pontos no fim aconteceu na segunda rodada, diante do Altético-MG, quando a equipe saiu derrota de São Januário por 2 a 1 após bela finalização de Chará.

Se não bobeasse, Vasco teria "vida tranquila"

O resultado de ontem deixou o time comandado por Vanderlei Luxemburgo em péssima situação no Campeonato Brasileiro. Com apenas 3 pontos em seis jogos, a equipe é a última colocada.

Em situação hipotética, caso o Vasco conseguisse segurar a vantagem nos minutos finais contra Atlético-MG, Avaí e Fortaleza, o time somaria cinco pontos a mais, chegando a oito.

A pontuação seria suficiente para deixar o Vasco na 11ª posição, distante da zona de rebaixamento.

Pontos perdidos nos minutos finais

2ª rodada - Vasco 1x2 Vasco - 1 pontos (Gol sofrido por Chará, aos 44')

5ª rodada - Vasco 1x1 Avaí - 2 pontos (Gol sofrido por Daniel Amorim, aos 49')

6ª rodada - Fortaleza 1x1 Vasco - 2 pontos (Gol sofrido por Romarinho, aos 43')

Fonte: UOL Esporte